Editorial

A união pelo progresso com qualidade de vida

| 14/12/2014 - 00:01

Toledo completa neste domingo, 14 de dezembro, 62 anos de sua emancipação político-administrativa, numa trajetória que tem como grande marca o desenvolvimento e a qualidade de vida. Hoje o município atingiu o IDH-Índice de Desenvolvimento Humano de Toledo alto, o que o coloca em um grupo ainda reduzido de cidades brasileiras e mostra que o esforço pelo progresso tem um Norte e ele tem como base o ser humano. Desde sua fundação, em 27 de março de 1946, pelos desbravadores que iniciaram a construção das primeiras casas junto ao Rio Toledo, a preocupação da busca do progresso teve ao seu lado a qualidade de vida e por conta disso o município investiu, buscou e construiu a realidade que hoje destaca Toledo no Paraná e no Brasil. Se após seis anos de sua fundação como uma vila isolada na selva no interior de Foz do Iguaçu o próprio governador Bento Munhoz, trazido até a comunidade, reconheceu seu desenvolvimento e assinou o decreto para sua emancipação, hoje o reconhecimento do estágio de Toledo é mais fácil e pode se dar através de diversos indicadores.
O franco crescimento urbano, a verticalização da cidade, a qualidade dos prédios e residências e o cuidado com o aspecto da cidade mostram claramente que existe um espírito comum de construção e de observância das necessidades de sua gente. O resultado é que tanto na área privada quanto na administração pública está presente a qualidade, o esforço integrado, o desenvolvimento que busca harmonizar o progresso material com a preocupação humana, a geração da riqueza com o desenvolvimento da pessoa.
Felizmente este não é um modelo isolado e em todo o Oeste do Paraná pode ser observada a busca da qualidade de vida. Não poderia ser diferente se observarmos que a partir do núcleo de desbravamento de Toledo partiram grupos que colonizaram diversas áreas que hoje são municípios vizinhos, como Nova Santa Rosa, Marechal Rondon e Quatro Pontes, entre outros, mas o grande resultado disto é que há um desenvolvimento integrado, que evitar o inchaço urbano e distribui na região os frutos do progresso. Em consequência o crescimento se generaliza, o esforço comum facilita as conquistas e os desafios têm na união uma ferramenta extra em nossa região. O desenvolvimento portanto é o alvo, mas a união sem dúvida é a ferramenta de Toledo desde sua origem e o caminho para o crescimento regional.
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Editorial'

Meu ponto de vista sobre o aumento do IPTU em Toledo.

Mais Destaques

Variedades e Gente

Material escolar também pode estimular a criatividade e organização nos estudos

Gente X Poder

Das três perguntas feitas á administração* de Toledo e que ainda estão sem respostas, vamos engrossa

AgroGazeta

Matéria prima com origem gera alimentos com qualidade

Política

Porto Alegre vive clima de apreensão com julgamento de Lula

Cultura

Dia de festa para um dos grandes violonistas do país

Esporte

Toledo enfrenta o Foz hoje

Segurança

BPFron apreende 35 pistolas, 51 carregadores e oito mil munições

Cidade

Municípios receberão R$ 6,6 bi da participação no ICMS em 2018

"Dirigiu bêbado e foi pego, ANOTE AI: é crime sem fiança! A pena mínima é de CINCO ANOS de reclusão, perde a careteira de motorista definitivamente e essa pena NÃO se pode converter mais em prestação de serviços, ou seja, vai ficar PRESO! "
(Governo Federal)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)