Artigos

Alegra-te, cheia de graça. Ele será grande, chamar-se-á Filho do Altíssimo

| 21/12/2014 - 00:01

Dom João Carlos Seneme, css*
Nosso retiro espiritual de preparação para o nascimento de Jesus avança um pouco mais. Neste 4º Domingo e último do Advento vamos ouvir mais uma vez que Deus tem um projeto salvador para a humanidade. Esse projeto, anunciado já no Antigo Testamento, torna-se uma realidade concreta, tangível e plena com a Encarnação de Jesus.
O Evangelho relata o exato momento em que Jesus encarna na história dos homens, a fim de lhes trazer a salvação e a vida definitivas. Mostra como a concretização do projeto de Deus só é possível quando os homens e as mulheres que Ele chama aceitam dizer “sim” a Deus, acolhendo Jesus e apresentando-o ao mundo. A resposta de Maria é a resposta de toda a humanidade: “Eis aqui a serva do Senhor; faça-se em mim segundo a tua palavra”.
A história de Maria de Nazaré revela que Deus quer a participação da humanidade para realizar seu plano de salvação. Por isso, convida homens e mulheres atentos ao Reino de Deus e de coração disponível para o serviço aos irmãos. Cada um de nós, em Maria de Nazaré, também é convidado a percorrer os caminhos da felicidade e da realização plena. Já paramos para refletir que é através dos nossos gestos de amor, de partilha e de serviço que Deus se torna presente no mundo e o transforma?
Neste domingo que precede o Natal de Jesus, a história de Maria mostra como é possível fazer Jesus nascer no mundo: através de um “sim” incondicional a Deus. É preciso que, através dos nossos “sins” de cada instante, da nossa disponibilidade e entrega, Jesus possa vir ao mundo e oferecer a todos a salvação e a vida de Deus.
A primeira palavra que Maria ouve de Deus é “alegra-te”. Ele traz uma boa notícia que não pode ser recebida sem entusiasmo: “O Salvador vai nascer e trazer a salvação”. Nestes tempos em que vivemos com tantas incertezas e escuridão, problemas e dificuldades, a primeira coisa que Deus nos pede é não perder a alegria. Sem alegria, a vida se torna mais difícil e dura.
O Papa Francisco, em sua Exortação Apostólica, retoma o tema da alegria na abertura do documento: “A Alegria do Evangelho enche o coração e a vida inteira daqueles que se encontram com Jesus. Quantos se deixam salvar por Ele são libertados do pecado, da tristeza, do vazio interior, do isolamento. Com Jesus Cristo, renasce sem cessar a alegria”.
A alegria é dom que deve ser cuidado e, para que ela seja forte e constante, deve nascer do mais profundo de nós mesmos. Ela nos coloca em sintonia com Deus e com a humanidade, principalmente com quem sofre. A alegria de Maria é o prazer de uma mulher de fé que se alegra com Deus salvador, aquele que levanta os humilhados e dispersa os soberbos. Por isso, a verdadeira alegria brota no coração de quem acolheu Jesus e que deseja profundamente justiça, liberdade e fraternidade para todos. Só pode ser feliz quem se esforça em fazer o outro feliz.
Celebrar o Natal é buscar intensamente o nascimento de um novo ser dentro de nós. Este é o desejo de Deus ao se encarnar novamente no meio de nós. Ele quer gerar uma nova vida em nós. Vamos acolher este convite com alegria e disposição. Neste Natal, voltemos a Belém. Voltemos à simplicidade e pureza para adorar extasiados o menino-Deus. Feliz Natal!
* O autor é bispo de Toledo
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Artigos'

A velha política

Xadrez Político: A necessária troca do tabuleiro

Imediatamente deixaram tudo e seguiram Jesus

Os reflexos da violência na sociedade

Pela trilha do século passado

Brasil: a imperfeita separação dos poderes

“Mestre, onde moras? Vinde e vede”. E permaneceram com Ele

Ministra Cristiane Brasil, berço e judicialização como retrato da política do país

Complexo do colonizado

O ensinamento de Jesus liberta e salva

Mais Destaques
"Dirigiu bêbado e foi pego, ANOTE AI: é crime sem fiança! A pena mínima é de CINCO ANOS de reclusão, perde a careteira de motorista definitivamente e essa pena NÃO se pode converter mais em prestação de serviços, ou seja, vai ficar PRESO! "
(Governo Federal)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)