Editorial

Recolhimento de lâmpadas é conquista da cidadania

| 24/04/2015 - 00:01

O anúncio do recolhimento de lâmpadas queimadas em Toledo pela indústria é uma grande conquista, que afirma a cidadania e assegura ao meio ambiente local e mesmo regional uma perspectiva de maior proteção no médio e longo prazo. A informação também é um grande passo para fixarmos um novo patamar no tocante às relações entre consumidor, comércio e indústria quanto aos cuidados com a destinação dos resíduos finais do consumo, evitando que o ambiente venha a tornar-se o depósito e destino final desses produtos. Isso é fundamental, pois a verdade é que à medida que a população de Toledo e região aumenta e cresce também seu poder de consumo a geração de resíduos torna-se cada vez mais significativa, não podendo mais ser ignorada, sob pena de comprometermos nosso ambiente e recursos naturais no médio e longo prazos. A decisão judicial, baseada na legislação relativa à logística reversa, firma portanto um marco importante e que deve tornar-se referência nas relações de consumo envolvendo produtos com risco ambiental e dificuldades de descarte.
Nossa região já deu exemplo no recolhimento e destinação final de embalagens de agrotóxicos, onde hoje o Brasil é referência mundial. Agora portanto estamos na verdade dando mais um passo no sentido de proteger nossos recursos naturais e nossa própria produção agropecuária de eventuais comprometimentos de suas condições básicas ou mesmo de sua imagem diante de consumidores de várias partes do mundo que daqui levam seu alimento.
A decisão que agora se estabelece com relação ao recolhimento de lâmpadas portanto deve fixar bases que vão orientar a sistemática a ser adotada com relação a outros produtos no futuro. Felizmente, porém, até aqui as lâmpadas sem dúvida eram uma das maiores preocupações e a partir desse perspectiva de recolhimento do material descartado gera-se um alívio nos segmentos envolvidos na questão. O esforço foi grande e a luta árdua mas com a perspectiva da situação ganhar um caminho para sua solução sem dúvida todos ganham e mesmo a indústria inicia um desafio que poderá lhe render um grande feito no aspecto ambiental, além de um atestado de comprometimento social e respeito às comunidades e às leis.
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Editorial'

Meu ponto de vista sobre o aumento do IPTU em Toledo.

Mais Destaques
"Dirigiu bêbado e foi pego, ANOTE AI: é crime sem fiança! A pena mínima é de CINCO ANOS de reclusão, perde a careteira de motorista definitivamente e essa pena NÃO se pode converter mais em prestação de serviços, ou seja, vai ficar PRESO! "
(Governo Federal)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)