Política

“A lei vale para todos”, diz delegado da Operação Erga Omnes

| 20/06/2015 - 00:01

Para o delegado da Polícia Federal, Igor Romário de Paula, a nova etapa da Lava Jato serve como recado de que nenhuma empresa, independentemente do seu tamanho, ficará imune de ser investigada. “A ideia é trazer um recado claro de que a lei vale para todos, não importa o tamanho da empresa e o destaque na sociedade, sua capacidade de influência e de poder econômico. Isso jamais será motivo para permanecerem impunes”, disse o delegado, em entrevista coletiva.
Segundo o procurador da República Carlos Fernando dos Santos, há indicativos suficientes para que fossem pedidas as prisões preventivas. “Devemos punir todos os que são responsáveis, as empresas, na área civil e por improbidade administrativa, e os dirigentes e todos os que estão envolvidos no âmbito penal”, disse o procurador.
A 14ª fase da Operação Lava Jato, denominada Erga Omnes, expressão latina no meio jurídico para indicar que os efeitos da lei atingem a todos os indivíduos, é uma referência ao fato de as investigações alcançarem, mais de um ano depois de deflagrada a primeira fase da operação, as duas maiores empreiteiras do país, a Odebrecht e a Andrade Gutierrez.
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Política'

Pedágio no modelo atual faz mal a economia do Paraná

Mais Destaques

Cidade

PM prendem suspeitos de roubo e recupera objetos

Gente X Poder

Administração de Lúcio copia "Corujão da saúde".

AgroGazeta

Embrapa lança cultivar de soja

Esporte

Rondon será sede da fase macro dos Jogos Escolares do Paraná

"“Eu acuso! Meu dever é de falar, não quero ser cúmplice. Minhas noites seriam atormentadas pelo espectro do inocente que paga por um crime que não cometeu”. O trecho, extraído da célebre carta “J’Accuse” escrita em 1898 por Émile Zola."
()
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)