Política

“A lei vale para todos”, diz delegado da Operação Erga Omnes

| 20/06/2015 - 00:01

Para o delegado da Polícia Federal, Igor Romário de Paula, a nova etapa da Lava Jato serve como recado de que nenhuma empresa, independentemente do seu tamanho, ficará imune de ser investigada. “A ideia é trazer um recado claro de que a lei vale para todos, não importa o tamanho da empresa e o destaque na sociedade, sua capacidade de influência e de poder econômico. Isso jamais será motivo para permanecerem impunes”, disse o delegado, em entrevista coletiva.
Segundo o procurador da República Carlos Fernando dos Santos, há indicativos suficientes para que fossem pedidas as prisões preventivas. “Devemos punir todos os que são responsáveis, as empresas, na área civil e por improbidade administrativa, e os dirigentes e todos os que estão envolvidos no âmbito penal”, disse o procurador.
A 14ª fase da Operação Lava Jato, denominada Erga Omnes, expressão latina no meio jurídico para indicar que os efeitos da lei atingem a todos os indivíduos, é uma referência ao fato de as investigações alcançarem, mais de um ano depois de deflagrada a primeira fase da operação, as duas maiores empreiteiras do país, a Odebrecht e a Andrade Gutierrez.
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Política'

Caixa aprova novo estatuto que limita indicações políticas para cargos de direção

Procurador não vê motivos para pedir prisão de Lula, diz MPF

Ato em Defesa da Justiça já está confirmado em 42 cidades brasileiras

Defesa de Temer entrega ao STF respostas a questionamentos da PF

Provas claras ou ilação? Assim será a batalha judicial sobre Lula

MPF pede 386 anos de prisão para Cunha e 78 para Henrique Eduardo Alves

A semana em que as primeiras pedras atingiram a vidraça de Jair Bolsonaro

Presidente do TRF e do STF tratam da segurança do julgamento de Lula

Janot presta depoimento à PF em investigação sobre delação da J&F

Pobres contra o aborto, ricos a favor das armas

Mais Destaques
"Dirigiu bêbado e foi pego, ANOTE AI: é crime sem fiança! A pena mínima é de CINCO ANOS de reclusão, perde a careteira de motorista definitivamente e essa pena NÃO se pode converter mais em prestação de serviços, ou seja, vai ficar PRESO! "
(Governo Federal)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)