Gente X Poder

Coluna

| 21/12/2013 - 00:00

Depósitos
A 20ª Regional de Saúde enviou mensagem ontem sobre a matéria de capa desta Gazeta a respeito do impasse com a Casa de Saúde Bom Jesus, onde a empresa nega ter recebido R$ 560 mil do órgão estadual. O chefe da 20ª Regional enviou e-mail com uma lista de datas e valores que teriam sido repassados ao Bom Jesus ao longo deste mês de dezembro, totalizando R$ 379 mil, a título de “comprovantes de depósito”.
Valores
A mensagem traz cópia de e-mail de Olavo Gasparin, diretor executivo do Funsaude, que elaborou a lista com os valores pagos à HOESP-Associação Beneficente de Saúde do Oeste do Paraná. A princípio a entidade é filantrópica e arrenda o hospital da Casa de Saúde Bom Jesus, à qual repassa valor mensal pelo arrendamento. A sua gestão porém está a cargo da própria família Okano, assim como o Bom Jesus, o que praticamente descarta a possibilidade de o dinheiro ter sido enviado à HOESP e não ser de conhecimento do Bom Jesus.
Coletiva
Na parte da tarde a Casa de Saúde Bom Jesus chamou entrevista coletiva de sua superintendente, Michelle Okano Anzanello, que manifestou-se pela primeira vez desde o inicio dos desentendimentos com o governo estadual. Ela voltou a afirmar que não recebeu os valores divulgados na véspera, o que teria motivado a divulgação da relação de pagamentos no valor de R$ 379 mil em dezembro por parte da 20ª Regional de Saúde.
Exigências
Segundo a mensagem enviada por Odacir Fiorentin a esta Gazeta, além dos R$ 379 mil os demais recursos serão pagos após o atendimento dos pontos apontados pela Vigilância Sanitária ou assinatura do TAC fixando prazo para isso junto ao Ministério Público. “(...) os demais recursos deverão ser repassados assim que a HOESP efetuar a entrega da documentação para credenciamento no Ministério da Saúde e/ou TAC - Termo de Ajustamento e Conduta com Município de Toledo da Neuro e UTIs Geral tipo II e Neonatal.”, aponta o documento.
Responsabilidades
“Importante salientar que não é responsabilidade do Estado do Paraná ( independentemente de Governo ) pagar por serviços de UTIs e Alta Complexidade”, afirma o documento da 20ª Regional de Saúde. Ele prossegue afirmando em letras totalmente maiúsculas que tal atribuição é “sim do Ministério da Saúde, que não tem culpa porque a documentação necessária para credenciamento não chegou até lá por problemas acima já relatados”, finaliza a nota emitida por Odacir Fiorentin, diretor da 20ª Regional da Saúde de Toledo. No final da tarde também a Prefeitura de Toledo manifestou-se a respeito da polêmica em “Nota de Esclarecimento” que reproduzimos na íntegra na página ao lado.
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Gente X Poder'

Três perguntas aos gestores de Toledo, se é que podem me responder?

Três perguntas aos gestores de Toledo, se é que podem me responder?

Voos que não vêm!

Beto Richa cancela vinda a Toledo

Nota de esclarecimento, do esclarecimento.

Toledo tem 12 casos de dengue

Agricultor vai produzir energia renovável – Linha Tatu

Decretos vão aumentar impostos em Toledo

Improbidade administrativa

Obras mal feitas dá condenação

Mais Destaques

Geral

Prosperidade de bilionários impulsiona grande desigualdade global

Segurança

BPFron apreende 35 pistolas, 51 carregadores e oito mil munições

"Dirigiu bêbado e foi pego, ANOTE AI: é crime sem fiança! A pena mínima é de CINCO ANOS de reclusão, perde a careteira de motorista definitivamente e essa pena NÃO se pode converter mais em prestação de serviços, ou seja, vai ficar PRESO! "
(Governo Federal)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)