Editorial

Integração da cidade e interior é uma boa opção para Toledo

| 05/09/2016 - 00:01

A Câmara Municipal entrou nesta semana na fase final da apreciação dos projetos do Plano Diretor de Toledo, que após uma década está sendo ajustado para continuar orientando a vida toledana nos próximos anos. A revisão deve preparar o município para seu futuro próximo, especialmente no tocante ao cresc imento urbano, com expansão populacional e orientação dos investimentos futuros visando assegurar a continuidade da qualidade de vida que Toledo tem buscado ao longo de sua trajetória. O desafio atual é enfrentar os efeitos do crescimento dos últimos anos, quando Toledo superou os 100 mil habitantes e encaminha-se rapidamente para chegar aos 150 mil moradores mas precisa manter e até ampliar as condições de vida na cidade e interior. O equilíbrio entre a população da área rural e da urbana é justamente um dos problemas atuais e futuros, mas Toledo tem as bases para buscar alternativas diferenciadas no tocante ao convívio e integração entre as comunidades da cidade e a realidade urbana.
As ligações asfaltadas no interior de Toledo perm item a ligação rápida e segura entre a cidade e a maioria dos distritos e localidades. Estas características de rapidez e segurança porém são limitadas quanto a novas formas de transporte que ganham espaço entre a população por sua ligação com hábitos saudáveis e que precisam ser considerados para o futuro. A extensão das ciclovias ao interior, aproveitando as atuais rodovias rurais mas com características adequadas às suas menores exigências quanto à resistência a peso e velocidade dos veículos. A implantação de meios que garantam segurança ao trânsito de bicicletas, patinetes, motocicletas e outros meios certamente pode ser uma caminho para tornar o interior e sua tranquilidade e qualidade de vida mais atrativos à população urbana e assim criar um mecanismo de incentivo à redistribuição populacional, aproveitando uma infraestrutura disponível em várias comunidades. O interior de Toledo conta com água encanada, energia elétrica, internet, escolas, saúde e outros serviços e uma ligação facilitada com a cidade e o conhecimento desta realidade, além dos preços menores dos imóveis interioranos, certamente podem ser fortes estímulos para atrair moradores que não possuem exigências diárias quanto a deslocamentos. O Plano Diretor pode ser um mecanismos nesse sentido e certamente Toledo terá muito a ganhar com incentivos nesta área.
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Editorial'

Meu ponto de vista sobre o aumento do IPTU em Toledo.

Mais Destaques

Estado

Paraná é terceiro estado que mais cadastra doadores de medula

Política

Maia ameaça cortar salário de deputados em obstrução

AgroGazeta

MPF quer proibir transgênicos resistentes ao glifosato

Variedades e Gente

Lançamento do Junho Verde

Gente X Poder

O sumiço dos meus “urubus” e o IML

Regional

Mel torna-se produto principal em curso de receitas saudáveis no Oeste do Paraná

Cidade

Engenharia recupera edifício interditado em Toledo

"ultrapassamos os 13 milhões de acessos no site do Jornal Gazeta de Toledo em 3 anos. Aqui sua propaganda, propaga - 45 9.91339499"
(Leitores)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)