Cultura

Escritora Hilda Hilst será homenageada na FLIP

| 10/02/2018 - 05:55

Escritora Hilda Hilst será homenageada na FLIP

Desde 2003, a FLIP - Festa Literária Internacional de Paraty - oferece todos os anos, na cidade do litoral sul do Rio de Janeiro, uma experiência cultural permeada pela literatura. Sempre em conexão com a cidade que sedia o evento, a festa é uma manifestação pluricultural. Numa interlocução permanente entre as artes, propaga vivências focadas, sobretudo, na diversidade.
Numa arquitetura especialmente desenhada para cada ano da festa, escritores se reúnem em torno de temas como teatro, cinema e ciência. Cada edição presta homenagem a um autor brasileiro, como uma maneira de preservar, perpetuar, difundir e valorizar a língua portuguesa e a literatura do Brasil. Em 2018, uma das mais respeitadas escritoras da língua portuguesa, será a homenageada da 16ª edição da FLIP. Hilda Hilst morreu há 14 anos, mas sua obra está mais viva do que nunca, atraindo a juventude e se espalhando por outros segmentos criativos, como o cinema, a música e a moda. O legado da escritora é administrado pelo Instituto Hilda Hilst, que faz parcerias para ampliar seu poder de realização e presta consultoria em produtos culturais. A proposta do Instituto é criar, durante a FLIP, uma casa inspirada na obra da escritora, que será um espaço para as diversas manifestações culturais e debates.
A ideia é que a casa em homenagem à escritora seja financiada via Lei Rouanet, e o projeto deverá ser apresentado ao Ministério da Cultura nos próximos dias para haver tempo hábil de captação dos recursos. “Será a primeira vez que teremos uma casa do escritor homenageado na Flip”, diz o presidente do Instituto, Daniel Fuentes. O Instituto Hilda Hilst faz uma gestão ativa e moderna do legado da escritora, buscando novas oportunidades para difusão da obra da autora. “Estamos sempre tentando novas parcerias. A Hilda hoje está vivendo um momento editorial muito importante: conseguimos reposicioná-la editorialmente de uma forma muito forte”, destaca Fuentes.
A estratégia, segundo o presidente do instituto, é desenvolver um trabalho nas diversas áreas culturais, incluindo música, teatro, moda e cinema. “A ideia é gerir os direitos autorais da Hilda tentando ampliar cada vez mais o público. A Hilda tem crescido muito entre o público jovem. Identificamos muitas pessoas com menos de 20 anos que se apaixonam pela obra dela”, completou.
Dentro da estratégia de gestão dos direitos autorais, serão lançadas em breve histórias em quadrinhos da obra de Hilda Hilst, pela Companhia das Letras. O Instituto também fechou parceria para lançamento de roupas inspiradas na obra da escritora. Em abril, deve entrar no circuito comercial o filme Unicórnio, de Eduardo Nunes, baseado na obra da escritora, com financiamento do Fundo Setorial do Audiovisual e já lançado no Festival de Berlim. E está em fase final de produção o documentário “Hilda Hilst Pede Contato”, de Gabriela Greeb.
O Instituto funciona na Casa do Sol, em Campinas (SP), onde a escritora morou por anos, e preserva o seu acervo pessoal, com apoio do clube de assinaturas Obscena Lucidez. Também mantém programas de residência cultural e educativo.
Com informações do Ministério da Cultura, Fernando Baldi Braga
Galeria de fotos
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Cultura'

Cooarte promove curso de artesanato na próxima semana

Músico de Toledo lança disco em Nova Iorque

Escritora Hilda Hilst será homenageada na FLIP

“5E” realiza audição para selecionar novos dançarinos

Encontro reunirá fabricantes artesanais de instrumentos musicais

Um herói que se levantou no passado e é lembrado hoje

Abertas inscrições para os cursos da Casa da Cultura

Com o samba ele conquistou o Brasil

“Modernizar o passado é uma evolução musical”

Mais Destaques
"Dirigiu bêbado e foi pego, ANOTE AI: é crime sem fiança! A pena mínima é de CINCO ANOS de reclusão, perde a careteira de motorista definitivamente e essa pena NÃO se pode converter mais em prestação de serviços, ou seja, vai ficar PRESO! "
(Governo Federal)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)