Cultura

CEU das Artes de Toledo será mostrado em seminário em Brasília

| 28/11/2014 - 00:01

O Centro de Artes e Esportes Unificado (CEU) de Toledo, sendo uma das referências ao Ministério da Cultura, será apresentado como exemplo aos demais gestores dos Centros de Artes e Esportes Unificados de todo o país, durante o Seminário de Capacitação para Gestores e comunidades dos CEUS’s, em Brasília. A diretora do CEU em Toledo, Magda Ritter, viaja para o Distrito Federal nos dias 2 e 3 para apresentar os dados e levantamentos, que indicam como está o desenvolvimento da comunidade após a instalação do CEU, que completa dois anos. Segundo ela, os dados que comprovam estas mudanças estão sendo levantados. As Polícias Militar e Civil estão apurando o índice de criminalidade na região. “Não temos os resultados concretos, mas o que percebemos, principalmente pelos noticiários, é que a criminalidade diminui muito”, diz. “Acredito que com estes dados iremos confirmar os relatos de pais e alunos, que afirmam que antes não tinham acesso a cultura com tanta facilidade. Agora podem apreciar várias exposições e eventos culturais. O nosso objetivo aqui é descentralizar a cultura e trazer diversas atividades culturais para esta região periférica”, complementa.
Segundo Magda, a participação da comunidade é o principal ponto que tornou o CEU de Toledo uma referência para todo o país. “A comunidade se sente parte do processo. Todos que vem até aqui e usufruem desse espaço ajudam a organizar e cuidar. Como exemplo disso destacamos a limpeza externa e a preservação dos espaços. Não temos lixo no pátio, não tem nada depredado, porque eles realmente cuidam e entendem que este espaço é deles”, diz. “Temos vários eventos e exposições durante o ano e todas contam com uma boa participação”, complementa.
Cerca de 528 pessoas possuem carteirinha para usufruir do espaço da biblioteca e salas de informática. Destas, 160 são matriculadas em cursos, que são ministrados durante a semana. São 8 cursos incluindo violão, teclado, técnica vocal, desenho, pintura em tecido, dança, oficina de capoeira e escola de futsal. “Todas as faixas etárias podem participar dos cursos e das demais atividades. Por isto, acredito que o CEU é uma instituição que complementa as demais políticas públicas do município, pois tem o atendimento aberto para qualquer idade”, explica. Além dos cursos, eles também participam de eventos e exposições, que são abertas para a comunidade.
Para Magda, disseminar a cultura significa contribuir para o crescimento pessoal e a formação das pessoas. “A cultura é transversal, passa por diversas linguagens. É muito positivo que as pessoas tenham acesso a todas estas linguagens”, enfatiza. “Além disso, o CEU transforma a comunidade. Aqui as pessoas têm a possibilidade de exercer a cidadania, tendo direito e acesso a diversas atividades culturais e esportivas, além de serem respeitadas e valorizadas”, ressalta.
Galeria de fotos
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Cultura'

Projeto itinerante usa teatro para conscientizar crianças no trânsito

Balé Teatro Guaíra abre as comemorações dos 50 anos

Living Legends traz espetáculo internacional para Foz do Iguaçu

Atrações culturais vão movimentar o fim de semana em Toledo

Artistas e produtores analisam mudanças na Lei Rouanet

Aquário Municipal estará fechado na sexta-feira Santa e no domingo de Páscoa

Exposições do MON estão entre as mais visitadas do mundo

Crianças comemoram Dia do Livro Infantil em Novo Sarandi

“Museu em Ação” leva público recorde ao Ecomuseu

Foz do Iguaçu faz parte do circuito de estreia do filme Los Silencios

Mais Destaques
"Já foram 19 milhões que acessaram o site do Jornal Gazeta de Toledo- ISENÇÃO E VERDADE!"
(Eliseu Langner de Lima - diretor)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)