Editorial

A união pelo progresso com qualidade de vida

| 14/12/2014 - 00:01

Toledo completa neste domingo, 14 de dezembro, 62 anos de sua emancipação político-administrativa, numa trajetória que tem como grande marca o desenvolvimento e a qualidade de vida. Hoje o município atingiu o IDH-Índice de Desenvolvimento Humano de Toledo alto, o que o coloca em um grupo ainda reduzido de cidades brasileiras e mostra que o esforço pelo progresso tem um Norte e ele tem como base o ser humano. Desde sua fundação, em 27 de março de 1946, pelos desbravadores que iniciaram a construção das primeiras casas junto ao Rio Toledo, a preocupação da busca do progresso teve ao seu lado a qualidade de vida e por conta disso o município investiu, buscou e construiu a realidade que hoje destaca Toledo no Paraná e no Brasil. Se após seis anos de sua fundação como uma vila isolada na selva no interior de Foz do Iguaçu o próprio governador Bento Munhoz, trazido até a comunidade, reconheceu seu desenvolvimento e assinou o decreto para sua emancipação, hoje o reconhecimento do estágio de Toledo é mais fácil e pode se dar através de diversos indicadores.
O franco crescimento urbano, a verticalização da cidade, a qualidade dos prédios e residências e o cuidado com o aspecto da cidade mostram claramente que existe um espírito comum de construção e de observância das necessidades de sua gente. O resultado é que tanto na área privada quanto na administração pública está presente a qualidade, o esforço integrado, o desenvolvimento que busca harmonizar o progresso material com a preocupação humana, a geração da riqueza com o desenvolvimento da pessoa.
Felizmente este não é um modelo isolado e em todo o Oeste do Paraná pode ser observada a busca da qualidade de vida. Não poderia ser diferente se observarmos que a partir do núcleo de desbravamento de Toledo partiram grupos que colonizaram diversas áreas que hoje são municípios vizinhos, como Nova Santa Rosa, Marechal Rondon e Quatro Pontes, entre outros, mas o grande resultado disto é que há um desenvolvimento integrado, que evitar o inchaço urbano e distribui na região os frutos do progresso. Em consequência o crescimento se generaliza, o esforço comum facilita as conquistas e os desafios têm na união uma ferramenta extra em nossa região. O desenvolvimento portanto é o alvo, mas a união sem dúvida é a ferramenta de Toledo desde sua origem e o caminho para o crescimento regional.
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Editorial'

Meu ponto de vista sobre o aumento do IPTU em Toledo.

Mais Destaques
"Chegamos ao 15 milhões de acessos no site do Jornal Gazeta de Toledo. Aqui se propaga - 45 9.91339499"
(Eliseu Langner de Lima - diretor)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)