Geral

Renda do trabalhador cresce mais de 33% em 12 anos, diz IBGE

| 30/01/2015 - 00:01

A média anual da renda da população ocupada do país, descontada a inflação, cresceu 33,1%, entre 2003 e 2014, passando de R$ 1.581,31 para R$ 2.104,16, o que significa acréscimo de R$ 522,85. A população ocupada inclui: os trabalhadores com Carteira de Trabalho, os que gerenciam pequenos negócios, os que trabalhavam sem remuneração em ajuda a membros da família e os informais, segundo informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
Os dados, que fazem parte da Pesquisa Mensal de Emprego (PME), indicam, ainda, que de 2003 a 2014, o rendimento habitual (descontada a inflação) nos serviços domésticos foi o que teve o maior aumento (69,9%) entre os grupamentos de atividade pesquisados pelo instituto.
Em dezembro de 2014, o rendimento médio habitual (sem levar em conta as rendas extras) dos ocupados era R$ 2.122.10. Houve queda de 1,8% em relação a novembro (R$ 2.161,93) e alta de 1,6% em comparação a dezembro de 2013 (R$ 2.089,57).
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Geral'

Brasil pode barrar peste suína

Cientistas desenvolvem protocolo para testar resistência de couros de peixes

Embrapa lança plataforma e firma parcerias para impulsionar a agricultura digital

Contribuintes têm até hoje para entregar Imposto de Renda

Peste Suína x demanda por soja: Batalha deve durar anos e impactar preços

Agrotóxicos encurtam vida e mudam comportamento das abelhas

Bolsonaro extingue horário de verão

Educação divulga resultado da consulta sobre material didático

Transformação artesanal de banana é tema de curso na região Oeste do Paraná

Ministro do Meio Ambiente discute cooperação em saneamento rural com a Embrapa

Mais Destaques
"Já foram 19 milhões que acessaram o site do Jornal Gazeta de Toledo- ISENÇÃO E VERDADE!"
(Eliseu Langner de Lima - diretor)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)