De Primeira

DE PRIMEIRA

| 01/10/2015 - 01:01

NA F1
O calendário da temporada de 2016 da Fórmula 1 deve passar por uma série de mudanças após as equipes e alguns organizadores reclamarem das datas anunciadas provisoriamente em julho. O fato de muitas corridas acontecerem em finais de semana seguidos, devido ao início relativamente tardio - no início de abril - e a manutenção do final em novembro, mesmo com uma etapa a mais em relação a este ano, é o grande motivo de reclamação.
DESAFOGAR
A primeira alteração promete ‘desafogar’ o calendário, com a antecipação do GP da Austrália de 3 de abril para 20 de março. A mudança ainda precisa ser ratificada pelo Conselho Mundial.
OUTRAS MUDANÇAS
Outras mudanças são esperadas. Os organizadores dos GPs da Malásia e de Cingapura, por exemplo, não querem que seus GPs tenham datas próximas, devido a sua posição geográfica e ao temor de queda na venda dos ingressos. Atualmente, as provas estão marcadas para dois finais de semana seguidos.
NO BRASIL
O GP do Brasil segue marcado para 13 de novembro.
FRUSTRAÇÃO
O vice-presidente de futebol do Fluminense, Mário Bittencourt, resumiu o sentimento do torcedor sobre a passagem de Ronaldinho Gaúcho pelo clube como “frustração”, em uma só palavra. Apesar disso e de apenas dois meses e meio como jogador do clube, o craque representou um grande aumento de receitas para o Tricolor. Do começo de julho até o fim de setembro, o Flu teve a segunda maior adesão percentual de sócios-torcedores em todo o Brasil, com um crescimento de 36,3% em seu quadro social, de acordo com o Movimento Por Um Futebol Melhor.
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'De Primeira'

DE PRIMEIRA

DE PRIMEIRA

De Primeira

DE PRIMEIRA

DE PRIMEIRA

Mais Destaques
"Já foram 19 milhões que acessaram o site do Jornal Gazeta de Toledo- ISENÇÃO E VERDADE!"
(Eliseu Langner de Lima - diretor)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)