Cidade

Morre primeiro dentista e ex-vice-prefeito de Toledo

| 22/12/2015 - 00:01

Morre primeiro dentista e ex-vice-prefeito de Toledo

O primeiro dentista de Toledo e ex-vice-prefeito do município, Lamartine Braga Côrtes, (gestão de Wilson Carlos Kuhn, de 1973 a 1977), morreu nesta segunda-feira, 21, aos 85 anos. Ele estava em tratamento contra um câncer que se complicou nos últimos dias.
Lamartine, natural da Lapa, onde nasceu em 03 de outubro de 1930, morava em Toledo desde 1955. Dentista aposentado, formado pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), era Cidadão Honorário de Toledo, foi sócio fundador do Lions Clube de Toledo, Yara Country Clube, fundador e presidente do Partido Democrata Cristão e da Aliança Renovadora Nacional (Arena).
Em entrevista ao escritor Bruno Marcos Radünz, concedida em setembro de 2009 e reproduzida por essa Gazeta de Toledo no especial ‘Entrevista para a História’, em dezembro de 2014, Lamartine contou como foi a sua chegada a Toledo em 1955, e o cenário que encontrou ao chegar a Toledo em de janeiro de 1955. “Cheguei a Toledo e, olhando de cima, do alto do avião, vi uma clareira aberta no meio do mato, muito verde, muito bonito por sinal, e logo de cara senti muito cheiro de queimadas. Os colonizadores desmatavam para construir suas casas e iniciar as roças. Vim num avião DC-3, que tinha linhas regulares para a região. Instalei-me no Duque Hotel, que era referência na região. Toledo tinha duas coisas de referência na época: O Duque Hotel, que era muito limpo e organizado, e o Clube do Comércio, edificado e mantido pelos funcionários da Maripá, que também auxiliava. Não tinha outro igual na região e quem sabe no interior do Paraná”, contou ela à época.
Ontem a prefeitura de Toledo decretou luto oficial por três dias em função do falecimento do ex-vice-prefeito, que está sendo velado deste ontem, a partir das 17h30min, no hall de entrada da prefeitura. O sepultamento será às 11h, no Cemitério Municipal Cristo Rei. Em função disso, não haverá expediente no período da manhã no prédio da prefeitura de Toledo. O atendimento será retomado às 13h30min. Lamartine era casado com Irene e pai de quatro filhos, dois homens e duas mulheres. Ele deixa também netos e bisnetos.
Homenagens e lembranças
A sugestão para que o velório fosse realizado na Prefeitura foi do prefeito Beto Lunitti. “É um reconhecimento de todo o povo toledano pelos préstimos deste pioneiro ao município. Nós consultamos a família e expressamos o desejo de realizar esta homenagem”, diz.
Ele lembra que foi na gestão de Lamartine e Carlos Kuhn que aconteceram os grandes investimentos na educação e na cultura de Toledo. “É de reconhecer todo esse empenho que ele fez junto com a sua família. O Lamartine era apaixonado por essa cidade e defendia Toledo nos conceitos dos valores, desenvolvimento e da família. Ele, mesmo com a idade avançada, estava sempre disposto a produzir um ambiente favorável e utilizava as redes sociais para se comunicar”, diz.
Para o deputado federal, Dilceu Sperafico, perder um amigo é sempre muito triste. “Ele foi uma pessoa que destinou parte de sua vida ao poder público como exemplo de cidadão, de profissional na área da odontologia e nunca se ouviu uma reclamação da sua conduta na vida pública e pessoal. Tenho um sentimento muito grande e ele era meu vizinho e nos conhecíamos há muitos anos. Vou sentir falta dele por sua simpatia e solidariedade”, afirma.
O filho mais velho, Lamartine Braga Côrtes Filho, disse emocionado que o pai era um ser humano incrível. “Saber que meu pai era uma pessoa bacana e admirada me conforta. A população de Toledo sempre tratou com muito carinho o meu pai e também a minha mãe. A cidade de Toledo os acolheu como se fossem reis. A gente tem muito orgulho disso e somos gratos por isso. É uma dor muito difícil de superar. É importante nessa hora o conforto e o carinho das pessoas.”, diz.
Word e internet
A neta Bruna Braga Côrtes postou em uma rede social: “Hoje ele partiu e fica a saudade. Saudade de ouvir que o meu desenho mais simples era o mais lindo do mundo. De ganhar sempre a tampinha da laranja. De ouvir as histórias antes de dormir, assistir filme de terror e fazer as longas tarefas de casa juntos, o que rendiam grandes discussões positivas. Primeiro dentista de Toledo, trabalhava horas e horas por dia. Teimoso, não queria aprender a mexer no computador. Aos poucos, começou a escrever suas histórias no word (programa de texto), depois mandava e-mail todos os dias e hoje suas histórias ficam registradas no Facebook. Sua página era cheia de “fãs”, mas eu me considero a número 1. Obrigada Vô, por ter me inspirado tanto e hoje sei que teve grande influência na minha formação de vida. Um dia a gente se encontra”.
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Cidade'

novo site

Livro resgata visão de futuro e trajetória de Willy Barth.

O Brasil recicla menos de 15% dos resíduos industriais e domésticos, orgânicos e não orgânicos.

Construção da sede da APAC em Toledo esta acelerada

Nota de esclarecimento sobre ajuizamento de ação civil pública pelo ministério público em razão da o

NOTA PÚBLICA EM REFERÊNCIA A PROPOSITURA DE AÇÃO CÍVIL POR IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA DO MINISTÉRIO

DR. Sandres Sponholz fala sobre o pedido de improbidade do ex-prefeito Beto Lunitti e do atual Lúcio

Edital N° 01/2019

Município de Toledo assina TAC para criação de Coordenação de Defesa e Proteção Animal

Bazar aquece as vendas para o dia das mães em Toledo

Mais Destaques
"Já foram 19 milhões que acessaram o site do Jornal Gazeta de Toledo- ISENÇÃO E VERDADE!"
(Eliseu Langner de Lima - diretor)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)