Gente X Poder

Gente & Poder

| 18/02/2016 - 00:01

Atropelada
A eleição do novo líder do PMDB na Câmara Federal acabou atrapalhando a agenda de comitiva regional em Brasília, com apoio da bacada paranaense. Eles iam encontrar-se com o ministro da Saúde, Marcelo Castro, para buscar solução para a nova crise do Hospital Bom Jesus.
-----------------------
Saída
O ministro porém deixou o cargo para retornar à Câmara e participar da escolha. Com 37 votos, o deputado Leonardo Picciani (RJ) foi reconduzido ao cargo de líder da bancada do PMDB na Câmara dos Deputados. Castro foi indicado para a pasta por Picciani nas negociações com o Planalto na última reforma ministerial.
-----------------------
Vitória
Mais próximo ao Palácio do Planalto, Picciani venceu Hugo Motta, que obteve 30 votos. Motta era o candidato do presidente da Casa, o também peemedebista Eduardo Cunha (RJ). Dos 71 deputados aptos a votar, dois votaram em branco e dois não compareceram. Com a vitória, o ministro deve estar mais simpático aos interesses regionais.
-----------------------
Apoio
Picciani teve a seu favor a ampliação da bancada na Câmara com o retorno de titulares que ocupavam cargos no Executivo e foram exonerados para participar da eleição ontem à tarde. É o caso de Marcelo Castro, que foi exonerado do cargo de ministro da Saúde somente para participar da votação.
-----------------------
Reforço
Os deputados Pedro Paulo (RJ) e Marco Antônio Cabral (RJ), que são secretários no governo do Rio de Janeiro também deixaram seus postos para apoiar Picciani. A escolha da liderança da bancada é uma das mais esperadas neste início de ano em função dos reflexos que o nome terá sobre as decisões na Câmara, entre elas a pauta de votações do governo e o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff.
-----------------------
Venda
A situação do Bom Jesus por sinal relembra o quadro que estava levando à venda da instituição. Em 21 de junho de 2011 a transação de venda dos 50,78% do Hospital Bom Jesus pertencentes à família Okano chegou a ser anunciada. A venda seria para o grupo Casa Vitta, de Santa Catarina, mas os sócios minoritários tinham a preferência de compra e se opuseram.
-----------------------
Imprensa
A Associação Toledana de Imprensa (ATI) marcou para o dia 15 de março, com primeira convocação às 19h, a eleição e posse de sua nova diretoria. A assembleia tem prevista apresentação de relatório de ações e prestação de contas da gestão 2015/2016, eleição e posse da nova diretoria para a gestão 2016/201 e assuntos gerais.
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Gente X Poder'

Guardas Municipais em Brasília

Eleições no Progressistas

Médicos sem especialidade atendendo no Ciscopar?

Progressistas tensos?

A revolta dos “togados”

CPI do lixo

Liberação de recursos do estado

Minirreforma?

Troca-troca e demissão avista?

Quem será o vice-prefeito?

Mais Destaques
"Já foram 19 milhões que acessaram o site do Jornal Gazeta de Toledo- ISENÇÃO E VERDADE!"
(Eliseu Langner de Lima - diretor)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)