Gente X Poder

Gente & Poder

| 29/03/2016 - 00:01

Visita
O promotor Sandres Sponholz esteve na Câmara Municipal ontem. A visita porém foi a trabalho, já que ele considerou irregulares as aprovações de reajustes de vencimentos do prefeito, vice, secretários e vereadores na semana passada. O promotor considerou que as decisões tomadas em duas sessões realizadas na segunda-feira e na terça, dia 21 e 22, não permitiram o devido acompanhamento da população.
-------------------------
Interino
O “abacaxi” caiu no colo do vice-presidente da Câmara, Walmor Lodi, que presidiu a sessão de ontem devido à viagem do presidente Ademar Dorfschmidt a Curitiba. Lodi porém foi à tribuna e voltou a manifestar-se sobre os projetos, que tiveram seu voto contrário, embora integre a Mesa Diretora, que encaminhou as propostas para votação.
-------------------------
Mesa
Na verdade os integrantes da Mesa Diretora – Ademar como presidente, Lodi como vice-presidente, Luiz Johann como segundo vice-presidente, Sueli Guerra como secretária e Marcos Zanetti como segundo secretário – assinaram os projetos de resoluções com os reajustes do Executivo e do Legislativo. Na votação foram contra, menos Ademar, que não vota, e Sueli, que votou “sim”.
-------------------------
De costas
A vereadora por sinal foi a primeira a usar a tribuna na sessão de ontem e enfrentou uma manifestação de contrários aos reajustes. Um grupo de populares no plenário virou de costas durante sua manifestação na tribuna. Eles também levaram cartazes contra a decisão, que foram exibidos aos vereadores.
-------------------------
No meio
O suplente Gilberto Engelmann, que assumiu na Câmara semana passada em lugar de Rogério Massing, se viu no meio do tiroteio. Ele foi à tribuna e saudou o promotor Sandres Sponholz, que cobrou a anulação das decisões da segunda e terça-feira passadas. Gilberto disse que foi aluno de Sponholz e sempre o acatou, indicando que deve rever seu voto.
-------------------------
No PMDB
O vereador Expedito “Gasolina” Ferreira ingressou no PMDB. O vereador que deixou o Solidariedade juntamente com os demais integrantes de sua extinta bancada na Câmara estava dividido entre o partido e o PDT. Acabou ficando com o PMDB e portanto na base de apoio ao prefeito Beto Lunitti.
-------------------------
No PSD
O ingresso de Gasolina compensa a saída de Vagner Delabio, que deixou a bancada peemedebista e rumou para o PSD. Ontem ele estreou como integrante da nova bancada, da qual é o único membro. O vereador disse porém que teve o apoio do Conselho do Mandato, ao qual presta contas de suas ações e posições e com quem as discute antes em situações mais importantes.
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Gente X Poder'

Guardas Municipais em Brasília

Eleições no Progressistas

Médicos sem especialidade atendendo no Ciscopar?

Progressistas tensos?

A revolta dos “togados”

CPI do lixo

Liberação de recursos do estado

Minirreforma?

Troca-troca e demissão avista?

Quem será o vice-prefeito?

Mais Destaques
"Já foram 19 milhões que acessaram o site do Jornal Gazeta de Toledo- ISENÇÃO E VERDADE!"
(Eliseu Langner de Lima - diretor)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)