Política

Cardozo chora e critica citação de Janaína a neto de Dilma

| 30/08/2016 - 00:01

Ao deixar o plenário do Senado para o intervalo do almoço ontem (30), José Eduardo Cardozo, advogado de defesa da presidenta afastada Dilma Rousseff, foi às lágrimas ao conversar com jornalistas. “Nunca deixei de me emocionar diante da injustiça. Aquele que perde a emoção diante da injustiça se desumanizou”, disse o advogado.
Cardozo disse que as palavras da acusação foram “muito duras”. “Para quem conhece Dilma Rousseff, pedir sua acusação para defender seus netos é algo que me atingiu muito fortemente”, disse ao se referir à fala final da colega Janaína Paschoal (acusação) que pediu desculpas à presidenta da República afastada por saber que a situação que ela vive não é fácil e, como uma das autoras do processo, ter causado sofrimento à petista. “Peço que ela um dia entenda que eu fiz isso pensando também nos netos dela”, disse Janaína.
“Achei profundamente injusta a menção aos netos. Eu não condeno alguém dizendo que vou resolver o futuro dos netos”, disse Cardozo.
A advogada também argumentou em uma de suas manifestações que “Deus” teria levado a que vários agentes na sociedade tivessem decidido buscar o impeachment de forma simultânea, motivando reação da senadora Gelisi Hoffmann (PT-PR), que questionou o fato dela usar um discurso político. Parta a senadora quem pode fazer discurso político no Congresso é quem recebeu dos eleitores o mandato popular, cabendo à advogada um posicionamento técnico.
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Política'

Flórida permite que professor porte arma em sala de aula

Mais Destaques
"Já foram 19 milhões que acessaram o site do Jornal Gazeta de Toledo- ISENÇÃO E VERDADE!"
(Eliseu Langner de Lima - diretor)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)