Moda

Presidente revela que Grêmio não aceitou liberar dois jogadores para a Chapecoense

| 22/12/2016 - 00:01

A Chapecoense pediu ao Grêmio o empréstimo de dois jogadores para reconstruir sua equipe para a próxima temporada, mas o presidente tricolor Romildo Bolzan Jr. revelou que não aceitou ceder o zagueiro Rafael Thyere, nem o volante Jaílson.
“A Chapecoense demandou dois jogadores que não temos como liberar”, disse Bolzan, em entrevista à “Fox Sports”. “Foram o zagueiro Thyere e o volante Jaílson. Não temos um elenco enorme, e estes dois jogadores não podíamos liberar”, completou.
Bolzan revelou, porém, que o Grêmio tenta auxiliar a Chapecoense na reconstrução do elenco, mas com outros jogadores. Segundo ele, o meio-campista Moisés, de 22 anos, e que perdeu boa parte do ano de 2016 por lesão, foi um dos liberados.
“O Moisés liberamos e remetemos uma lista de quatro atletas, extremamente promissores. Eu apostaria em quase todos eles, mas parece que a Chapecoense não quis aceitar. De qualquer modo, estamos aberto a conversas”, seguiu, sem revelar, porém, a lista de quatro nomes.
“Basicamente, um jogador já está acertado com a Chapecoense. Moisés, volante”, afirmou o dirigente à Sportv.
A Chapecoense, que será comandada pelo técnico Vagner Mancini em 2017, já acertou três reforços desde a tragédia aérea na Colômbia: o zagueiro Douglas Grolli, ex-Ponte Preta, mas que pertence ao Cruzeiro; o goleiro Elias, ex-Juventude; e Dodô, ex-Figueirense, mas que pertence ao Atlético-MG.
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Moda'

O significado que as cores têm nos uniformes e roupas de diferentes profissões

NEXT Coaching e Consultoria

Mais Destaques
"Já foram 19 milhões que acessaram o site do Jornal Gazeta de Toledo- ISENÇÃO E VERDADE!"
(Eliseu Langner de Lima - diretor)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)