Variedades e Gente

Variedades e Gente

| 07/04/2017 - 00:01

Variedades e Gente

Consumo frequente de antibióticos favorece surgimento de pólipos
Mulheres que tomaram antibióticos por um período prolongado apresentaram mais risco de apresentar pólipos no intestino.
Pessoas que tomaram antibióticos de maneira importante entre os 20 e os 60 anos apresentaram maior frequência de pólipos, pequenas lesões benignas na parede do intestino que podem, a longo prazo, se transformar em câncer, revela um estudo publicado nesta quarta-feira pela revista médica “Gut”.
O estudo analisou 16.600 mulheres americanas com mais de 60 anos que realizaram colonoscopia, incluindo 1.195 que apresentaram pólipos ou adenomas colorretais.
Os autores do estudo, publicado na revista do grupo British Medical Journal, observaram que mulheres submetidas a tratamento com antibióticos durante ao menos dois meses acumulados entre os 20 e os 39 anos tinham 36% mais probabilidade de ter pólipos no cólon ou no reto em relação às demais.
Entre as mulheres que receberam antibióticos durante ao menos dois meses entre os 40 e os 59 anos, a possibilidade de pólipos é 69% maior em relação às demais, segundo os autores do estudo, da Harvard Medical School e da Harvard TH Chan School of Public Health, em Boston.
Alteração da flora intestinal
O estudo constata uma situação estatística, mas não estabelece uma relação de causa e efeito entre o consumo de antibióticos e o surgimento de pólipos. Mas esta relação teria uma “explicação biológica plausível”, já que os antibióticos alteram a flora intestinal ao reduzir a quantidade e a diversidade das bactérias presentes.
Outros estudos já observaram a redução de algumas bactérias e a proliferação de outras em pacientes com câncer colorretal.
“A estes dados se somam o que já se conhece sobre sobre a importância da flora intestinal para nossa saúde”, comentou Sheena Cruickshank, especialista em imunologia da Universidade de Manchester, que não participou do estudo.
Mas os autores não levaram suficientemente em conta a contribuição dos hábitos alimentares das mulheres que apresentaram pólipos, e nem o eventual impacto da presença de antibióticos em sua alimentação, provenientes dos tratamentos aplicados a animais de abate.
Os antibióticos são “medicamentos essenciais para tratar as infecções bacterianas e, quando utilizados corretamente, podem salvar a vida”, acrescenta Cruickshank.
Galeria de fotos
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Variedades e Gente'

Meditação é Florescimento

Conheça o MSC Seaview e as novidades que ele trará ao Brasil neste ano

Moedas lançadas para celebrar o maior campeonato de futebol do Mundo

Dicas preciosas para um Dia dos Namorados inesquecível

Desintoxicação iônica através dos pés!!!

Fogos de artifício causaram 5 mil internações em 10 anos, diz estudo

Com a chegada do frio, manter as atividades físicas ajuda a prevenir problemas respiratórios

O tarot sistêmico contribui com o despertar do sábio interior que habita em nós!

Mais Destaques

Esporte

Copa Kids: Marechal tem bons resultados diante de Toledo

Cultura

Cultura divulga resultado de recursos do Profice

Regional

Sicredi repassa doação à APAE de M. C. Rondon

Cidade

8º Encontro das mulheres trabalhadoras rurais

"Chegamos ao 15 milhões de acessos no site do Jornal Gazeta de Toledo. Aqui se propaga - 45 9.91339499"
(Eliseu Langner de Lima - diretor)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)