Moda

Futsal em Toledo. Por que não?

| 29/12/2013 - 00:00

Por Silmar Ramos
Da Gazeta
Empresto aqui uma frase da secretária de esportes de Toledo Marli Gonçalves da Costa para abrir essa crônica. “O esporte tem que ser amador, mas a gestão precisa ser profissional”. É quase um fato, mas alguns esportes precisam ser profissionais e sua gestão ainda mais profissional. Muito tem se falado no retorno do futsal de Toledo a competições como a Chave Ouro, Chave Prata ou até mesmo a Chave Bronze. Muito tem se falado nos grupos que pretendem assumir esse risco - digo risco, pois até então, com exceção em dois ou três anos de time, logo no início, havia coerência no trato da equipe, no entanto, nos anos seguintes acumulou fracassos, devido à ingerência, a inexperiência e principalmente pela falta de um planejamento sério, objetivo e de sequência.
Há que observar que existem muitas dificuldades para montar uma equipe. Não falamos apenas da questão de elenco, de qualidade de jogadores e nem tanto da questão financeira, embora seja fato que em Toledo, as grandes empresas não investem em esporte coletivo e quando investem em outros esportes, o fazem sem antes ter um estudo de viabilidade do que traria o melhor retorno. Falamos sim da qualificação de quem vai estar à frente da administração e não é nenhum exagero dizer que nos últimos anos, os resultados em quadra foram ínfimos perto das dores de cabeça que o futsal causou extra-quadra. Quem já esteve envolvido sabe do que me refiro.
Pelos menos três grupos demonstram interesse na causa do futsal de Toledo. Até aonde sei, a manifestação é válida, ora, tivessem apresentado no mínimo um pré-projeto que sinalizasse pelo menos o interesse e o aval de quem comanda o esporte de Toledo, no caso a Secretaria de Esportes e obviamente, a Prefeitura. Quando se diz que este futsal poderá ser algo isolado do município, nada mais é do que uma inverdade, afinal de contas, se está em Toledo, se usa estrutura pública para treino e jogos, como o ginásio de esportes Alcides Pan, que diga-se de passagem, é um dos melhores do país, então não existe qualquer maneira de desassociar com o nome da cidade e como tal, a coloca como uma corresponsável por qualquer ação do grupo, o que acredito que à administração pública esteja ciente disso.
Falemos do lado bom. O futsal de Toledo viveu momentos de glória mesmo não tendo conquistado nenhuma Chave Ouro. Foi o campeão dos Jogos Abertos Brasileiros em 2002, venceu Jogos Abertos do Paraná e assim protagonizou memoráveis partidas e na maioria das vezes com casa cheia e, portanto, é fato afirmar, que é uma modalidade que está na graça do torcedor toledano, mas também, é fato afirmar, que é preciso mais que montar uma equipe de quadra, é preciso uma super equipe para executar um trabalho que se não render títulos, que pelo menos conquiste a credibilidade.
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Moda'

O significado que as cores têm nos uniformes e roupas de diferentes profissões

NEXT Coaching e Consultoria

Mais Destaques
"Já foram 19 milhões que acessaram o site do Jornal Gazeta de Toledo- ISENÇÃO E VERDADE!"
(Eliseu Langner de Lima - diretor)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)