Gente X Poder

O Assédio

| 28/07/2017 - 18:47

PPS na estrada

Recebemos a visita de uma comitiva do PPS do Paraná, comandada pelo deputado Rubens Bueno. Com ele, o jovem candidato ao governo do estado Cesar Silvestri Filho, ex-prefeito de Guarapuva que demonstrou segurança no projeto do partido e quer que o Paraná todo tenha conhecimento.
O assédio
O estágio, atualmente, é conceituado como “um ato educativo escolar supervisionado”, desenvolvido no ambiente de trabalho. Á luz do art. 1º, § 2º, da Lei n. 11.788 de 25.9.2008, o objetivo é a preparação dos educandos para o trabalho produtivo. Eles deverão estar frequentando o ensino regular em instituições de educação superior, de educação profissional, de ensino médio, da educação especial e dos anos finais do ensino fundamental, na modalidade profissional da educação de jovens e adultos. A parte concedente do estágio poderá ser: pessoa jurídica de direito privado, a Administração públicas ou Profissionais liberais de nível superior.
Assédio I
Atendidos os requisitos formais e materiais previstos no artigo 3º da Lei 11.788/2008 não haverá vínculo de emprego com a parte concedente do estágio, comprovação de que o aluno está matriculado e frequentando regularmente as aulas; b) celebração de termo de compromisso. Os requisitos materiais são: a) compatibilidade entre as atividades desenvolvidas no estágio e aquelas previstas no termo de compromisso, havendo acompanhamento efetivo do professor orientador da instituição de ensino e por supervisor da parte concedente.
Assédio II
A relação de trabalho x relação de emprego, mormente por estar voltado no assédio moral desse jovem trabalhador, o estagiário. No universo do assédio moral, vislumbra-se a figura do estagiário dentro desse contexto como vítima crescente no atual mercado de trabalho. Pois, muitas vezes, embora contratados como estagiários referidos cidadãos, estudantes acadêmicos, enfrentam uma realidade amarga e cruel. São submetidos a constante pressão, a trabalho excessivo, alguns casos até em desarmonia com o ordenamento jurídico, diante da fraude praticada pelo empregador.
Assédio no Ciscopar III
Tais acontecimentos acabam por modificar o comportamento da sociedade, diante das regras impostas por aquelas empresas, ou empregadores despreparados, aumentando-se, desse modo, a violência nas relações de emprego, inclusive nos lares, uma vez presentes o estresse, a depressão, a indignidade e o ódio do trabalhador, muitas vezes assediado moralmente através de:
Assédio IV
Interromper, constantemente o assediado, possibilidades de comunicação e de expressão do assediado por seus colegas, gritar ou dizer palavrões em voz alta, críticas constantes acerca do trabalho ou pessoal, ameaças verbais ou por escrito, ridicularizar a vítima, imitar a maneira de andar, a voz e os gestos para ridicularizar a vítima,Ignorar as sugestões do empregado, fazer observações cáusticas, dar um cunho “negativo” a tudo o que ele faz ou fala, desqualificando-o sistematicamente, Transferir o empregado, de forma ilícita, constantemente, efetuar mudanças em seus horários para que a vítima se sinta abalada e mais de uma dezena de exemplos que devem ser respeitados.
Assédio V
Parte dos textos que compartilho com os leitores, são de um artigo jurídico de Sadão Ogawa, grande defensor sócio profissional, que vem de encontro diretamente aos envolvidos no caso que veio a tona essa semana, mas, que acontece cotidianamente, para que todos entendam que, não sou eu ou esse jornal que determina as leis, aqui, eu as cumpro. Mandar texto pedindo espaço para resposta é de direto, e eu as cumpro como determina a Lei º 13.188 em seu artigo 134 – parágrafo Único.
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Gente X Poder'

Comunicado aos bandidos e ao MP

Vetada campanha política na câmara de Toledo

Ação Civil acusa Betto Lunitti e Rogerio Massing de uso de escola para campanha eleitoral de 2016

Expo Toledo - Comitê

O cão, o rabo e as pernas

Expo Toledo

Expo Toledo não pode ficar à mercê só da SRT

EXPO TOLEDO é de Toledo ou da SRT ? Nossa autoridades irão aceitar tal "fracasso" ?

Quem e como foi pago o hotel?

Monocrático X Colegiado?

Mais Destaques
"Chegamos ao 15 milhões de acessos no site do Jornal Gazeta de Toledo. Aqui se propaga - 45 9.91339499"
(Eliseu Langner de Lima - diretor)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)