AgroGazeta

Defesa Civil amplia gerenciamento remoto de desastres

| 16/11/2017 - 21:00

Defesa Civil amplia gerenciamento remoto de desastres

A Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil ampliou a cobertura das salas de videoconferência para monitoramento remoto de desastres. A partir de agora, mais quatro órgãos - o Simepar, o Comando Geral da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros, o Gabinete de Gestão e Informação (GGI) e o Centro Universitário de Estudos e Pesquisas sobre Desastre (Ceped) - estão integrados ao sistema remoto de gerenciamento de desastres. Além delas o sistema foi ampliado também para as estruturas móveis da Defesa Civil.

Com a ampliação, o Estado passa a contar com 20 unidades integradas. Todas as regionais já utilizam o sistema que faz parte do Centro Estadual de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cegerd) inaugurado em abril deste ano.

De acordo com o chefe da Casa Militar e coordenador estadual de Proteção e Defesa Civil, coronel Élio de Oliveira Manoel, com as salas de videoconferência o tempo de respostas no caso de desastres naturais será menor. “É um sistema que permite a tomada de decisões mais rápidas e otimiza os recursos do Estado. Todos as unidades estão integradas e podemos nos reunir, mesmo remotamente, a qualquer hora do dia”, explicou.

Conforme o coordenador do Ceger, tenente Anderson Gomes das Neves, as salas equipadas com tecnologias audiovisuais podem ser usadas tanto para reuniões emergenciais em casos de desastres quanto para encontros estratégicos e administrativos. “Já utilizamos para treinamentos de Defesa Civil e atendimento de ocorrências graves. Agora todo o Estado está integrado e vamos conseguir dar uma resposta melhor à população nos momentos críticos de Defesa Civil”, afirmou.

O comandante-geral da PM, coronel Maurício Tortato, destacou que as salas nos Comandos da PM e do Corpo de Bombeiros estão disponíveis também para uso de todas as unidades das corporações. “As salas estão abertas para o uso de todos”, disse.

O investimento para ampliar a cobertura foi de R$ 163 mil e ao todo o Estado aplicou R$ 505 mil no sistema e estrutura física.

    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'AgroGazeta'

Plantel de pintainhas crescem em 2018

Aberta consulta sobre normas para carcaças bovinas e suínas

Colheita de milho safrinha no Paraná atinge 6%

Soja brasileira cai pressionada por Chicago e Dólar

Primeiro semestre fechou com grande queda na exportação de frango

Embarques de frango têm desempenho fraco em 2018

Especialistas dizem que nova doença do milho demanda cautela e pesquisas

Entidade busca socorro para setor de aves e suínos

Frango, ovo, milho e inflação em junho de 2018

Cai preço da soja para exportação

Mais Destaques
"Chegamos ao 15 milhões de acessos no site do Jornal Gazeta de Toledo. Aqui se propaga - 45 9.91339499"
(Eliseu Langner de Lima - diretor)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)