Cidade

Professores municipais tiveram aumento de “alunos- turma” em salas sem reconhecimento salarial.

| 02/01/2018 - 21:55

Professores municipais tiveram aumento de “alunos- turma” em salas sem reconhecimento salarial.

Professores municipais tiveram aumento de “alunos- turma” em salas sem reconhecimento salarial.
Analisando o cenário educacional da cidade de Toledo, fazendo um paralelo dos últimos anos, é perceptível que em 2017 a educação de Toledo, sobreviveu à duras penas. Para a secretaria Janice Salvador que assumiu de forma colaborativa ao grupo não pode fazer mais de que sua pasta dispunha, pois, sabia que não seria de fácil missão e que enfrentaria muitos reveses até mesmo por que se via que, sua intenção era de ficar no cargo que o povo lhe escolheu, ou seja, vereadora.
Antes mesmo do início do ano letivo, o prefeito Lúcio de Marchi, já sugeria que o trabalho dos profissionais da educação, fosse voluntário, desvalorizando e desrespeitando toda categoria. Em fevereiro, na abertura do ano letivo, firmou-se o compromisso das sete horas atividades, sendo que essas horas, ainda não cumpriam com o que é de direito, 33,33%. O que se observa é que n educação hoje, o grande problema é pagar esse piso salarial. Já existia em 2016 uma defasagem de 18% e hoje, fecha com 22%, dados da ultima avaliação do plano municipal de educação. Outra realidade foi a das 7 horas atividades, não atingiu muitos espaços educacionais, principalmente os Centros Municipais de Educação Infantil. Ainda em 2017 a educação de Toledo sofreu com a falta de profissionais para cobrirem atestados, licenças, precisando tirar direitos dos alunos/as, que ficaram sem aulas de disciplinas complementares, ou atendimento psícopedagógicos por vezes, sobrecarregando coordenações e direções dos espaços educacionais. Em tempos idos, esse município oferecia aos alunos materiais de ótima qualidade, "Faber Castell", nesse ano, algumas escolas precisaram usar de outros recursos para comprarem papel higiênico, folha sulfite, material de limpeza, entre outros. Como foi o caso da diretora que fez uma feirinha para vender produtos “importados” para poderem organizar uma festa e com isso arrecadar fundos para a “manutenção” da escola do jardim Europa/ adjacências, matéria essa que esse jornal divulgou a época. As coordenações de área da Secretaria da Educação, além da formação em serviço, ofereciam formação fora do horário, nas áreas de Diversidade, Ensino Religioso, Língua Portuguesa, Matemática, Geografia, Educação Infantil e no último ano nada disso aconteceu como, por exemplo, os 3 Fóruns da Diversidade e Educação, compromisso firmado no Fórum Estadual de Educação e Diversidade, infelizmente em 2017, não tivemos a reedição.
Outros fatores importantes que não tem como deixar de lembra são os preparos dos professores pelas universidades e faculdades, elas não preparam o professor para a realidade da sala de aula, se não existir uma Secretaria da Educação comprometida, a decadência é certa. Ai implica na questão da aceitação de alguns professores em atuar com a baixa remuneração paga aos professores de Ensino Básico, o não cumprimento dos avanços que são direitos. Essa carência em sistemas eficientes de aperfeiçoamento, capacitação e educação continuada e os investimentos públicos insuficientes para atender com qualidade a necessidade educacional como, por exemplo, a última determinação do governo Beto Richa em reduzir no edital de contratação pelo sistema PSS com valores de hora aula reduzido em até 13%, um grande retrocesso, pois não oferece condições dignas de trabalho aos profissionais que entram via esse contrato. Que em 2018, essa pasta seja assumida por alguém que ao menos, faça um bom planejamento e cumpra com o que é de educação.
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Cidade'

Inscrições para Taça Mauro Maiorki encerram na segunda

Idosos de Toledo são vítimas de golpe

CERTI antecipa homenagem ao Dia dos Avós

Núcleo de Agropecuárias e Pet Shops entrega doações à Afocato

Parceria oferece cursos de informática nos Centros da Juventude

Técnica da GR de Toledo está na Coreia do Norte

Central de materiais volumosos tem grande movimento

Toledo é destaque em Campeonato de Handebol em Cadeira de Rodas

Entidades assistenciais recebem recursos da “Campanha Legal”

Núcleo de Gastronomia organiza curso de Manipulação de Alimentos

Mais Destaques
"Chegamos ao 15 milhões de acessos no site do Jornal Gazeta de Toledo. Aqui se propaga - 45 9.91339499"
(Eliseu Langner de Lima - diretor)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)