Gente X Poder

Contrastes - Redução da tarifa de ônibus

| 03/01/2018 - 18:30

Desde o dia 1º desse ano, moradores da cidade de Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba, passam a pagar R$ 1.35 a menos na passagem de ônibus do transporte público da cidade, que caiu de R$ 4,25 para R$ 2.90. Para a administração da cidade de Araucária, a redução do valor foi possível graças à extinção da Companhia Municipal de Transporte Coletivo que intermediava os contratos entre a prefeitura e a empresa de ônibus. Agora, a empresa recebe somente pelo quilômetro rodado no transporte de passageiros. Já em Toledo, o aumento foi de R$ 0,15 centavos e a promessa era de que não haveria aumentos. Promessa foi feita durante a inauguração das reformas sim, meus nobres puxa – sacos! Que tal uma viajenzinha à Araucária-PR para pegar um pouco do ar de “gestão”?
Reforma administrativa?
Não existe nada pior na administração pública do que as medidas tomadas de afogadilho. Principalmente quando mexem com processos internos da máquina pública. A estrutura de Estado é diferente de uma empresa privada. Na empresa privada há um objetivo unificador: o lucro. E toda uma literatura a respeito da organização de cada setor, identificando as melhores práticas. O setor público é diferente. Ele deve refletir a própria estrutura social e política seja ela a República, o estado ou o município. Por isso mesmo não se move por manuais, mas por construções sociais e econômicas personalíssimas.
Reforma administrativa? I
Nesse ínterim, de que forma, o município de Toledo em que está nas mãos de um grupo quê, antes sim, atuava dentro dessa premissa “personalíssima de grupo”, hoje, o que se vê é o império do individualismo. Bom, pelos erros cometidos até hoje, está provado que o comandante é comandado pela tripulação e que o rumo, não está alinhado. Vamos ver o que será feito nessa possível “reforma administrativa”, caso venha acontecer, pois, tem que ir à câmara e lá, a bagunça nem começou. Estamos no aguardo para os próximo dias, quem sabe até a metade do mês de janeiro tenhamos novidades no paço municipal de Toledo.
Demissões e acúmulos de cargos
As mudanças nas secretarias que compõe o município de Toledo, até a presente data, só estão confirmadas a saída da secretária de educação Janice Salvador, confirmado através da portaria nº 587/2017 que a exonera, a pedido, Janice Aparecida de Souza Salvador do cargo em comissão de Secretária da Educação do Município de Toledo a partir de 2 de janeiro de 2018. Art. 2º – Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação. GABINETE DO PREFEITO DO MUNICÍPIO DE TOLEDO, Estado do Paraná, em 29 de dezembro.
Demissões e acúmulos de cargos I
Moacir Neodi Vanzzo foi designado para responder pela Secretaria de Esportes e Lazer do Município de Toledo a contar desta data até o dia 8 de janeiro de 2018. Alceu Dal Bosco, também acumulou mais uma pasta, a da secretaria da Mulher. Para Dal Bosco, que é um dos secretários mais exigidos dessa administração, torce para que a reforma seja feita o mais rápido possível para que, a administração possa transferir mais tranquilidade a todos.
Professores; somente aumento de “alunos” em salas II (Sequência)
Dando sequência aos textos publicados na coluna de ontem sobre a situação da educação. Outros fatores importantes que não tem como deixar de lembrar, são a formação dos professores pelas universidades e faculdades, elas não preparam o professor para a realidade da sala de aula, se não existir uma Secretaria da Educação comprometida, a decadência é certa. Aí implica na questão da aceitação de alguns professores em atuar com a baixa remuneração paga ao Ensino Básico e o não cumprimento dos avanços que são direitos.
Professores; somente aumento de “alunos” em salas II (Seqüência)
Essa carência em sistemas eficientes de aperfeiçoamento, capacitação e educação continuada e os investimentos públicos insuficientes para atender com qualidade a necessidade educacional como, por exemplo, a última determinação do governo Beto Richa em reduzir no edital de contratação pelo sistema PSS com valores de hora aula reduzido em até 13%, um grande retrocesso, pois não oferece condições dignas de trabalho aos profissionais que entram via esse contrato. Que em 2018, essa pasta seja assumida por alguém que ao menos, faça um bom planejamento e cumpra com o que é de educação.
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Gente X Poder'

Expo Toledo - Comitê

O cão, o rabo e as pernas

Expo Toledo

Expo Toledo não pode ficar à mercê só da SRT

EXPO TOLEDO é de Toledo ou da SRT ? Nossa autoridades irão aceitar tal "fracasso" ?

Quem e como foi pago o hotel?

Monocrático X Colegiado?

07 de julho, dia Internacional do Cooperativismo

Incompetência generalizada no comando do CISCOPAR devolve R$1.589.697,55 por falta de projetos.

Binnngooooo de novo – agora no CISCOPAR

Mais Destaques
"Chegamos ao 15 milhões de acessos no site do Jornal Gazeta de Toledo. Aqui se propaga - 45 9.91339499"
(Eliseu Langner de Lima - diretor)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)