Cultura

Encontro reunirá fabricantes artesanais de instrumentos musicais

Fernando Baldi Braga | 07/02/2018 - 20:50

Encontro reunirá fabricantes artesanais de instrumentos musicais

O Ministério da Cultura, através da FUNARTE (Fundação Nacional das Artes), irá promover no mês que vem um encontro nacional com os profissionais que trabalham na confecção e no reparo de instrumentos musicais. A profissão artística que engloba a produção artesanal de instrumentos musicais de corda com caixa de ressonância é praticada aqui em Toledo, ao menos por três profissionais, que se dedicam a esse ofício. Trata-se de uma das profissões mais antigas, que exige muita dedicação, paciência e conhecimento técnico. Existem hoje, centenas de luthiers atuando no país, mas os primeiros profissionais que induziram a profissão no Brasil, vieram junto com a imigração de italianos e alemães, que aqui chegaram entre os séculos XVIII e XIX. E Toledo temos três desses profissionais: Goettens, que fabrica violões, Fernando Beal, que confecciona baixos, e Fernando Steffen, que se dedica à produção de baixos e guitarras.
O encontro a ser promovido pelo Ministério da Cultura será o terceiro organizado pelo Centro de Música da FUNARTE, por meio da Coordenação de Música de Concerto. Outros dois encontros sobre o tema foram realizados em 2017, no Rio de Janeiro. O primeiro, ocorrido em agosto, deu início ao mapeamento dos profissionais no estado. O segundo, realizado em dezembro, estendeu o mapeamento para luthiers de outras regiões.
“O primeiro encontro serviu para fazermos uma aproximação destes profissionais, um levantamento de suas dificuldades, desafios, e uma troca de experiências sobre o trabalho e exercício da profissão”, explica o coordenador de Música e Concerto da Funarte, José Duarte Miller Schiller. Já no segundo encontro, a Funarte apresentou um modelo de estatuto no qual os luthiers poderão se basear para criar a sua associação.
O luthier pode trabalhar de diversas maneiras e em vários locais, como em lojas de instrumentos musicais, assessorando os clientes; na realização de manutenções em fábricas de instrumentos; ou cuidando exclusivamente da construção ou reforma de instrumentos em suas próprias oficinas. Muitas vezes, os luthiers possuem clientes fixos como compositores e músicos, bandas militares, orquestras, filarmônicas e bandas convencionais.
De acordo com o Ministério da Cultura, a atividade é regulamentada no Brasil e dividida em duas funções: Reforma e Manutenção de Instrumentos; e Fabricação Artesanal. No país, são poucos os cursos para formação de luthiers, sendo destacados o Curso Técnico oferecido no Conservatório de Tatuí (SP) e o Curso Superior de Tecnologia em Lutheria da Universidade Federal do Paraná, que oferece anualmente 30 vagas por meio de vestibular.
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Cultura'

Capoeira: da marginalização à institucionalização

Da cor da felicidade

Conheça a profissão de restaurador

Teatro de Comédia do Paraná volta aos palcos em novembro

Curadoria legal: um auxílio indispensável em exposições artísticas

Desfile de 7 de Setembro está com inscrições abertas

Prêmio Paraná de Literatura 2018 soma 1,8 mil obras inscritas

Audição municipal classifica rondonenses para o FERMOP

Sesc de Toledo oferece oficina de Mangá

Toledo em Dança começa nesta terça-feira com mais de 500 participantes

Mais Destaques

AgroGazeta

Está mais fácil adquirir equipamentos pelo Trator Solidário

Regional

Evento internacional destaca mel produzido no Oeste

Gente X Poder

Invasão

Geral

Censo 2020 terá informações específicas sobre quilombolas

Economia

Empresários brasileiros buscam ampliar parcerias com o Paraguai

Esporte

Toledo recebe Paranaense de Vôlei de Praia

Cidade

Toledo recebe o EnTenda de Economia

Estado

Plataforma digital é aprimorada no Paraná

"Chegamos ao 15 milhões de acessos no site do Jornal Gazeta de Toledo. Aqui se propaga - 45 9.91339499"
(Eliseu Langner de Lima - diretor)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)