Gente X Poder

Primeira recomendação de 2018 acaba com a farra política de inauguração de obras.

| 26/02/2018 - 18:30

Primeira recomendação de 2018 acaba com a farra política de inauguração de obras.

Primeira recomendação de 2018 acaba com a farra política de inauguração de obras.
O Ministério Público de Toledo, através da 4ª Promotoria, com embasamento na Lei “R” nº 130 de 19 de dezembro de 2017, que proíbe a inauguração e entrega de obras públicas inacabadas, ou que não atendam à finalidade a que se destina a qual agregam um conjunto de normas e regras constitucionais que proíbe os agentes públicos de fazerem publicidades ou exposições como a que ocorreu no dia 23, onde foi realizada uma grande cerimônia para a assinatura do início das obras do colégio estadual do Jardim Gisela com as presenças de todos os mandantes de Toledo. Essa lei foi criada pela vereadora Olinda Fiorentin e coloca um ponto positivo e de seriedade com o trato da coisa pública. Leia a recomendação completa no Link.: http://www.gazetatoledo.com.br/ckfinder/files/Recomendacao%202018.pdf
Aberta a sindicância do caso Duster
Os “urubus” estavam agitados nos três poderes na manhã dessa segunda-feira. Na verdade, eles estavam agitados desde o ultimo sábado pela manhã, antes de uma reunião acontecida no Olinda Park Hotel, mais uma vez com a presença do persona non grata de Toledo Ricardo Barros e demais membros da cúpula do PP do Paraná. Os urubus me disseram que foi dada uma ordem para que o prefeito demitisse do cargo o diretor de frotas Claudiomiro e que não foi cumprida. Sabemos que Lúcio tem dificuldades para mandar ou demiti-lo do cargo apesar de ter dito a esse colunista no dia 16 de fevereiro na linha Tatu, que o iria fazer.
Aberta a sindicância do caso Duster I
O primeiro passo foi dado com a abertura da sindicância interna na Prefeitura através da portaria nº 0636, para apuração de supostas irregularidades cometidas pelo servidor público municipal em viagem para tratar de regularização da documentação de veículos, conforme fatos relatados no Pedido de Providência nº 20/2018, da Secretaria da Administração do Município de Toledo, protocolizado na Municipalidade sob nº 7225, de 21 de fevereiro de 2018. Bom, serão 60 dias que iremos acompanhar 100% e acima de tudo, quero alertar aos três membros nomeados que, à partir de agora, vocês terão que esquecer os compadrescos, pois também poderão ser responsabilizados.
O caso da VAN teto baixo
Dando seqüência às denúncias e agitações no paço, também necessitamos de explicações sobre a questão da Van entregue e aceita fora dos padrões que o pregão 156/17 exigia. Sabemos que nesta segunda-feira um representante da concessionária esteve com o secretário da administração e quem sabe, para se explicar “tecnicamente” de o porquê a concessionária aceitar ou fazer tais manobras. Pior disso tudo é criar mais uma grande dor de cabeça, pela falta de “competência” que se instalou em quase todos os setores da Prefeitura e a cada dia fazendo aumentar essas lambanças. Não se faz necessário enumerá-las, já que é publico e notório as várias que estão comprometendo a administração do prefeito Lúcio.
Saí Pedro Varela, entra Piacenti. E aonde vai Fritzen?
Para melhorar a governabilidade do município, seria necessário que Lúcio fizesse muitas mudanças e já começaram acontecer nesse mês de fevereiro ainda. Pedro Varela pediu exoneração do cargo nessa segunda-feira (portaria nº 62/18) e volta à Câmara. Um dos reforços na equipe do prefeito será a nomeação de Carlos Alberto Piacenti para o cargo de assessoria especial, que será criada em substituição à pasta da ouvidoria. Bom, e o Luiz Fritzen vai para onde, já que o Valela volta à Câmara ? Os “urubus” me disseram que Fritzen poderá se alojar no gabinete, no lugar de Alceu Dalbosco, que afirmou que sua vida pública nessa administração acaba em 31 de março de 2018. Depois, sua vida se chamará SESCAP e escritório Padrão.
Demitida?
Depois de muitas reclamações, Lúcio resolveu a parada. A funcionária pública com cargo “comissionado” que não participava ativamente de suas incumbências na Secretaria de Cultura foi demitida. A PORTARIA Nº 63, de 23 de fevereiro de 2018 exonera Sandra Mandeli Chini do cargo em comissão de Coordenadora de Eventos Culturais, com lotação na Secretaria da Cultura do Município de Toledo.
Bateu na trave?
A possível abertura de CPI sobre funerárias de Toledo bateu na trave? Falei com o vereador “Zóio” o qual me informou que faltaram algumas assinaturas, mas que a CPI vai sair, me garantiu o nobre edil. Eu não acreditei e ao mesmo tempo acreditei. Explico, se faltou adesão do lado que “Zóio” está (situação), ele vai recorrer ao seu antigo ninho (oposição). A pergunta é: Será que a oposição vai assinar? Bom, ele necessita de 7 votos para dar legalidade ao projeto e ir para a plenária.
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Gente X Poder'

Se despediu

Manifestação e paralisação.

Indícios de irregularidade na nomeação do filho do deputado na EMDUR

Projeto 97 confirma nossas informações: Querem fechar a EMDUR!

Mandado de segurança contra ato do promotor Giovani Ferri

Comando do 19º BPM visita a Gazeta.

Prefeito de Toledo e secretários são multados pelo TCE.PR

EMDUR - administrativamente sem saída?

Os “asnos”

Nota de esclarecimento – Programa Toopedalando

Mais Destaques

Política

Notícias falsas podem colocar eleições em risco

Esporte

GR de Toledo viaja para competição

Cultura

Prêmio Literário 2018

Estado

Porto de Paranaguá tem recorde de granéis sólidos

Cidade

PDT e MDB, de Toledo unem forças para as próximas eleições.

AgroGazeta

Governo eleva previsão de VBP em 2018

Economia

De 2015 para 2016, a indústria perdeu 400,8 mil pessoas ocupadas

Regional

Festa junina anima pacientes do Hospital Uopeccan

"Chegamos ao 15 milhões de acessos no site do Jornal Gazeta de Toledo. Aqui se propaga - 45 9.91339499"
(Eliseu Langner de Lima - diretor)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)