Gente X Poder

Os insetos e educação

| 21/03/2018 - 18:30

Denúncia

Os insetos e educação
Nada me incomoda fazer parte da família dos “Éntomon”. Logo, vou começar respondendo pelo texto final de Vossa Excelência educadora Janice. Espelho-me na natureza “sempre”. Ela me inspira, nos ensina (educa) e fornece tanto a cura quanto a morte, dependendo do “espécime”. Eu prefiro fazer parte dos anéis daqueles insetos que têm sua importância em fazer a polinização da vida daqueles que aprendem e ensinam. Bom, sobre a autoridade ou capacidade para “falar”, hoje, não é mais comigo, troquei o rádio (grande faculdade) há muitos anos, pela escrita, porque ela pode ser representada onde, quando e como for necessário e em nada nela se pode mudar, nem uma vírgula – (maktub). Há outra espécie que a natureza me oferece. São os “urubus” que têm uma missão que poucos fazem a de “limpar”. Inclusive, 4 deles moram sobre os “três poderes” do Paço Cívico Presidente Tancredo Neves.
Os insetos e educação I
Sua postagem, em seu facebook, teve o objetivo ou tentativa de responder este colunista. O teor do texto escrito pela vereadora me faz crer que não tenha entendido, por isso vou pontuar algumas questões. A partir do momento em que a pessoa se investe numa função ou cargo público, passa a ser pessoa pública, que vai receber críticas e/ou elogios pela função que desempenha. Deve, desta forma, estar preparada psicologicamente para receber essas críticas ou elogios. Tenho que reconhecer que realmente, não conheço a pessoa da Janice Salvador, porém, conheço aquela que desempenha a função pública.
Os insetos e educação II
Aqui na coluna não foi questionado o trabalho de Vossa Excelência ao longo dos 31 anos “pela educação”. Foi sim, questionada a gestão realizada no ano de 2017 frente à secretaria de educação, bem como os primeiros meses de 2018, pela atual secretária. O fato é que estão faltando professores. Fato! Não estou inventando nada, muito menos sendo leviano. Leviano e infeliz foi o termo utilizado por Vossa Excelência, “desafeto político”, na medida em que se esquece que ao estar investida da função pública, inexistem desafetos políticos. Até porque deve administrar para todos, de forma igualitária, sem ódio, rancor... Ah, todos são iguais perante a lei, pois é isso que Consta na Constituição Federal.
Os insetos e educação III
Infeliz foi a declaração prestada recentemente por Vossa Excelência, de que não concorda com a redução dos salários dos cargos comissionados da prefeitura, ao fundamento de que têm muito gasto com festas de fins de semana, que são realizadas nas comunidades do município. Vereadora, ninguém está obrigado a ir nessas festas, e se vão, é apenas para fazer política. Ou será politicagem? Estão faltando professores nas escolas do município! Fato! Não houve planejamento. Fato! Essa desculpa de que receberam a prefeitura com um gasto elevado com a folha, acima do limite, já está ultrapassada. O município de Toledo há anos tem problemas com a questão do limite prudencial, inclusive no período em que Vossa Excelência esteve secretária de educação na gestão 2008/2012. A senhora, como pessoa pública, deve saber que essa questão se agravou ainda mais a partir de 2013, quando houve a resolução do TCE determinando que fosse lançado como gasto com pessoal os valores relativos ao FAPS.
Os insetos e educação IV
Concordo muito bem com a frase citada por Vossa Excelência, mas entendo que não se aplica a situação, pois aqui não há lâmpada acesa, muito menos inseto para procurar. Devo informar que não tenho “defendidos”, até porque não faço defesa de ninguém. Apenas trabalho com fatos e conjecturas. Aliás, lembrei-me de mais um fato. Em 2014, foi feito uma greve, e lá estava Vossa Excelência com seu violão, sentada, cantando e defendendo a classe. Parabéns. Porque não tocar uma musiqueta ao atual grupo também? Por fim, se efetivamente forem chamados os 154 professores, como afirmaram, não se está fazendo mais do que a obrigação daqueles que foram eleitos para administrar e resolver os problemas do município. Nisso, a população desde já agradece e esse colunista também.
Denúncia
Possível “fraude” na licitação nº 30 (pregão presencial) no município de Toledo poderá cassar mandato de “Lucio”.
Uma denúncia que chegou ao Ministério Público de Toledo dando conta de que o município já tinha contratado e executado obras no complexo esportivo Eusébio Garcia, antes mesmo da devida licitação, teve o acatamento do MP, que de imediato constatou e comprovou a veracidade dos fatos, instaurando o Inquérito Civil n.º MPPR-0148.18.000621-2.

    1 COMENTÁRIO
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

  • José Wammes
    Enquanto educação não for a MAIOR prioridade dos gestores públicos, ficaremos nesse impasse, nesse mi-mi, nesse faz de conta, nesse círculo vicioso de pão e circo. Políticos não querem que o povo tenha cultura, conhecimento, que veja a luz. O querem ignorante, neófito e cego. Enquanto o voto for essa mercadoria de troca, não teremos uma sociedade verdadeiramente democrática, livre e independente.
Notícias de 'Gente X Poder'

Guardas Municipais em Brasília

Eleições no Progressistas

Médicos sem especialidade atendendo no Ciscopar?

Progressistas tensos?

A revolta dos “togados”

CPI do lixo

Liberação de recursos do estado

Minirreforma?

Troca-troca e demissão avista?

Quem será o vice-prefeito?

Mais Destaques
"Já foram 19 milhões que acessaram o site do Jornal Gazeta de Toledo- ISENÇÃO E VERDADE!"
(Eliseu Langner de Lima - diretor)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)