Cultura

Nobel de Literatura, Vagas Llosa está em festa

| 27/03/2018 - 20:50

Nobel de Literatura, Vagas Llosa está em festa

Hoje é aniversário de um dos grandes escritores que a América do Sul produziu. Vencedor do Prêmio Nobel de Literatura em 2010, o peruano Mario Vargas Llosa está completando 82 anos. Natural em Arequipa, Llossa já publicou mais de 20 livros, ao menos 5 peças de teatro e diversos ensaios. Para homenageá-lo, vamos relatar em nossa página da Cultura uma breve biografia.
Nascido no dia 28 de março de 1936, passou sua infância na cidade de Conchabamba na Bolívia. De volta ao Peru, estudou Direito e Letras na Universidade de San Marcos, em Lima. Em 1959 mudou-se para Madri, onde ingressou no Doutorado em Filosofia e Letras. Publicou um volume de contos, “Os Chefes”. Em seguida foi para Paris como jornalista e redator da revista France Press.
Em 1962 publicou seu primeiro sucesso, “Batismo de Fogo”, um romance com ambientação numa escola militar rígida. A obra foi uma denúncia sobre a realidade política do Peru, país que vivia uma ditadura. Em 1963 publicou “A Cidade dos Cachorros”. Em seguida “A Casa Verde” (1966), que recebeu o Prêmio Rómulo Gallegos. “Conversa de Catedral” (1969) foi um dos livros mais importantes do autor, onde narrou novamente a época da ditadura em seu país.
Em 1981 publicou “A Guerra do Fim do Mundo”, que narrava uma história da guerra de Canudos misturando personagens fictícios e reais. Nele, Antônio Conselheiro, líder do levante, fundamentalista religioso, é descrito com base em elementos retirados do clássico brasileiro “Os Sertões”, de Euclides da Cunha.
Mario Vargas Llosa passou vários meses no sertão de Canudos, procurando inspiração e escrevendo os primeiros rascunhos do romance. Inspirado nos fatos históricos da Guerra de Canudos e contendo uma riqueza de detalhes sobre a vida do sertão baiano, o livro não deve, porém, ser confundido com uma fonte histórica. Tanto a história quanto os personagens foram ficcionalizados.
Em 1985 recebeu a Medalha de Honra do Governo francês. Em 1990 se candidatou à presidência de seu país, por uma coligação de centro direita. Foi para o segundo turno, mas perdeu para Alberto Fujimori.
Mario Vargas Llosa resolveu deixar o país e foi para a Espanha onde obteve a cidadania espanhola. Foi em seguida para Londres e retornou a suas atividades literárias. Suas experiências como escritor e candidato à presidência foram relatados em sua autobiografia “Peixe na Água” (1991). Em 2006 publicou “Travessura da Menina Má”, obra de ficção, levemente autobiográfica.
Mario Vargas Llosa escreveu diversos ensaios e grande parte de cunho político. O mais comentado foi “Sabres e Utopias” (2009), livro no qual resumiu seu pensamento a favor das liberdades e contra a tirania dos governos totalitários. Em 2010 recebeu o Prêmio Nobel de Literatura. De acordo com a Academia Sueca, a escolha seu deu por conta da “cartografia das estruturas do poder e afiadas imagens de resistência, rebelião e derrota do indivíduo” que aparecem na obra de Llosa.
Quando soube que havia sido escolhido, o escritor disse que o prêmio é “um reconhecimento” à literatura latino-americana e em língua espanhola.”Não pensava que estaria nem entre os candidatos”, brincou o autor. “Por mim, vou seguir trabalhando com um sentimento de responsabilidade, como sempre fiz. Defendendo coisas que são fundamentais para o Peru, para a América Latina e o mundo. A liberdade e a democracia são o verdadeiro caminho do progresso, da verdadeira civilização, que acredito que seja o papel de um escritor defender”, comentou.
Fernando Baldi Braga
Galeria de fotos
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Cultura'

Projeto itinerante usa teatro para conscientizar crianças no trânsito

Balé Teatro Guaíra abre as comemorações dos 50 anos

Living Legends traz espetáculo internacional para Foz do Iguaçu

Atrações culturais vão movimentar o fim de semana em Toledo

Artistas e produtores analisam mudanças na Lei Rouanet

Aquário Municipal estará fechado na sexta-feira Santa e no domingo de Páscoa

Exposições do MON estão entre as mais visitadas do mundo

Crianças comemoram Dia do Livro Infantil em Novo Sarandi

“Museu em Ação” leva público recorde ao Ecomuseu

Foz do Iguaçu faz parte do circuito de estreia do filme Los Silencios

Mais Destaques
"Já foram 19 milhões que acessaram o site do Jornal Gazeta de Toledo- ISENÇÃO E VERDADE!"
(Eliseu Langner de Lima - diretor)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)