Regional

Após reclamação a Ouvidoria do TCE-PR, Sertaneja economiza R$ 103,4 mil

| 28/03/2018 - 20:35

Após reclamação a Ouvidoria do TCE-PR, Sertaneja economiza R$ 103,4 mil

Prefeitura refez edital de pregão para comprar produtos de higiene e limpeza depois que a Coordenadoria de Fiscalização de Transferências e Contratos comprovou exigências indevidas e sobrepreço
A atuação do Tribunal de Contas do Estado do Paraná proporcionou uma economia de R$ 103.373,72 ao cofre do Município de Sertaneja (Norte do Estado). Essa é a diferença entre os dois editais de licitação lançados pela prefeitura para a compra de produtos de higiene e limpeza utilizados nos prédios públicos do município.
O Pregão Presencial nº 104/2017, para registro de preços, previa o pagamento de R$ 414.761,30 nos produtos. Após a abertura de Apontamento Preliminar de Acompanhamento (APA), pela Coordenadoria de Fiscalização de Transferências e Contratos do TCE-PR – informando a existência de exigências desnecessárias e indícios de sobrepreço – a administração municipal relançou o edital, para a aquisição dos mesmos produtos, pelo preço máximo de R$ 311.387,58.
A apuração da Cofit foi iniciada em 9 de janeiro passado, depois que a Ouvidoria do TCE-PR atendeu cidadão de Sertaneja que apontava irregularidades no certame. Ao verificar o Termo de Referência do Pregão Presencial 104/17, os analistas de controle da Cofit comprovaram exigências excessivas em um dos itens: os sacos de lixo, que correspondiam a R$ 146.500,00, 35% do total de quase R$ 415 mil da licitação.
Na descrição dos sacos de lixo para coleta residencial (de 15, 30, 50, 100 e 110 litros), o Termo de Referência determinava, sob pena de desclassificação, que o licitante apresentasse “laudo analítico que comprovasse o cumprimento integral às Normas da ABNT NBR9191: 2008 E ASTM D 5511:12 ISSO DIS 15.985”. Os técnicos da Cofit concluíram que a exigência de todos esses atestados de qualidade era desnecessária para sacos destinados ao acondicionamento de lixo domiciliar e poderia impedir a participação de todos os licitantes em igualdade de condições.
Pesquisa de preços
Além dessa exigência indevida, os servidores do TCE-PR comprovaram, em pesquisas, que os preços máximos de vários itens listados no Termo de Referência do edital estavam acima dos praticados no mercado desses produtos. Os técnicos elaboraram uma planilha com a média dos preços que cotaram no mercado.
Diante das irregularidades, a Cofit instaurou o APA na Malha Eletrônica de fiscalização do TCE-PR, cobrando a adoção de medidas corretivas pelo Município de Sertaneja. Em resposta, a prefeitura suspendeu o edital, fez as adequações necessárias, conforme a orientação da unidade técnica do Tribunal, e republicou o edital da licitação, com uma economia de R$ 103.362,27 em relação ao anterior.
Quando os gestores não corrigem falhas apontadas na fiscalização concomitante do Tribunal de Contas, eles são alvo de Comunicação de Irregularidade e da abertura de processos administrativos na corte. Nesse caso, a Lei Orgânica do TCE-PR (Lei Complementar Estadual nº 113/2005) prevê a aplicações de multas administrativas fixas e proporcionais ao valor do dano ao erário, devolução dos recursos e outras sanções.
Ouvidoria
A Ouvidoria é o principal canal de comunicação do TCE-PR com o cidadão paranaense. Ela avalia todos os atendimentos que registra e, quando necessário, os encaminha à unidade técnica do Tribunal correspondente àquela reclamação, para análise e manifestação, como ocorreu no caso de Sertaneja. “Dessa forma, o Tribunal de Contas contribui para o exercício efetivo do controle social sobre o gasto público”, afirma o ouvidor, Patrick Machado
Os contatos com a Ouvidoria podem ser feitos de quatro maneiras: pela internet (via portal do TCE-PR), por telefone de ligação gratuita (0800-6450645), pessoalmente (no sexto andar do Edifício-Anexo do TCE-PR) ou por carta (Praça Nossa Senhora de Salete, s/n, Centro Cívico, Curitiba. CEP: 80530-910).
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Regional'

Gaeco prende quatro investigadores e um agente de carceragem

Chefe de gabinete da prefeitura é preso pelo Gaeco recebendo dinheiro de empresário

Sistema Fiep premiará ações que contribuem para uma educação de qualidade

Prefeitura apoia projeto do IFPR que levará planetário às escolas

Grande público marcam abertura da Copa Coamo 2019

Inadimplência das empresas teve a menor alta em 18 meses

Empresa incubada no PTI cria aquecedores sustentáveis para aviários da região

Governo do PR repassa informações erradas para a imprensa sobre a data-b

Nova ponte em Foz vai reforçar o comércio entre Paraná e Paraguai

Dois prefeitos lindeiros vencem Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor

Mais Destaques
"Já foram 19 milhões que acessaram o site do Jornal Gazeta de Toledo- ISENÇÃO E VERDADE!"
(Eliseu Langner de Lima - diretor)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)