Gente X Poder

Inversão de valores

| 28/03/2018 - 18:30

Inversão de valores

Inversão de valores
Um vereador é eleito para legislar e fiscalizar, esses são os grandes valores do cargo. Nesses dois ítens consta a defesa das classes organizadas, como por exemplo a dos servidores públicos, que no caso em pauta a vereadora Olinda Fiorentin “democraticamente” queria valorizar a classe os convidando para acompanhar o processo de reconhecimento de títulos. Mas, o sisudo e desequilibrado do presidente da Câmara, achando que estava tratando seus animais, provocou o que se chama “desconforto” como é de praxe. Claro que, com ele não existe conversa, diálogo, apenas “monólogo” e daí, o que era para ser uma discussão respeitosa, virou uma NOTÍCIA.
Inversão de valores I
O Sindicato dos Servidores Público de Toledo, SerToledo, presidida pela Marlene Silva, de imediato, tornou pública uma nota de repúdio contra a atitude antidemocrática do atual presidente do Legislativo. Minha cara vereadora Olinda Fiorentin, você foi avisada de que, não existe e nem existirá “diálogo” com quem sempre deu ordens, logo, Vossa Excelência teria que ter representado contra ele no Conselho de Ética da Câmara. Bem, agora, a NOTÍCIA foi instaurada junto ao Conselho e os valores se inverteram. Mas sei que prevalecerá a verdade e ela está com Vossa Excelência, a começar pela sua “formação” e com isso, educação, respeito e diálogo, são suas principais armas. Quem “berra” não conhece a razão.
Abonados
O significado de “abonado” pode ser; Que se abonou, havido por verdadeiro, digno de confiança, acreditado, ou confiável. É um direito de todos os funcionários públicos de Toledo e que merecem todo nosso respeito, consideração e admiração. Porém, o município de Toledo, por estar em uma desordem de gestão, a começar pelo limite prudencial, “abonar” a todos os servidores, até mesmo aqueles que não participaram da paralisação é o mesmo que dizer, não tem controle de nada, nosso RH não funciona. Ou funciona?
Abonados I
Se estiver faltando dinheiro como “dizem” aos menos esclarecidos, então, logo, em uma empresa ou autarquia o controle tem que ser “rígido” e conter o estancamento dos recursos.Ocorre que o Senhor prefeito abonou a falta no dia da paralisação em acordo com o sindicato e designou ao secretário de RH, Márcio Munchen, a tarefa de proceder o abono das faltas, de todos, inclusive aqueles que nem chegaram perto da prefeitura no dia da paralisação. A pergunta é de o porquê abonar todos? Será que o RH não teve controle de quem estava na paralisação, ou melhor, estava trabalhando (ponto) ou não? O que faltou afinal de contas?
Abonados II
Só pode ter sido decisão de quem não sebe o que esta fazendo, a começar pelo gestor Lúcio de Marchi que deve ter tido essa brilhante ideia de abonar as faltas de todos. “Bom, aí fica fácil de “resolver” os problemas”. “E, ao que se viu foi essa forma desordenada, sem respeito ao dinheiro público de abonar o dia de trabalho de alguns que estavam “pescando”, naquele dia. Bom, creio que, os servidores também merecem e o dinheiro não será desperdiçado, mas, o caso aqui é o de se ver uma cidade que representa a nona economia do Paraná, nas mãos de quem não entende mesmo de gestão pública. Bom, se tiver outra paralisação, voltarei pescar no mesmo lugar, quem sabe encontro-me com o mesmo funcionário que foi beneficiado.
A carretinha e Duster
Certo dia, quase noite, lá pelas 19h, pelo lado da Linha Tatu, próximo ao distrito de Novo Sobradinho, foi me dito em alto e bom som por alguém que “desconheço” por completo essa história da viagem da “Duster” a Santa Catarina. Além de “afirmar” tal desconhecimento, ainda fez outra indagação: Você realmente tem provas sobre a Duster estar parada todos esses dias (17) em SC? A resposta foi de que todas as provas já estavam em poder do MP de Toledo. Como mentira tem perna curta, caro (......), eu agora, devolvo a pergunta: O porquê de Vossa caminhoneta Hilux, de uso exclusivo seu, estava fazendo em SC, dia 29 de janeiro com uma “carretinha” engatada ( placa BBE 63...), ou seja, desmentindo Vosso “desconhecimento” sobre o caso e, pior, lhe comprometendo ainda mais? Detalhe: Eu tenho provas!
R$ 1,5 milhão para o aeorporto
Deputado Dilceu Sperafico em parceria com o estado, viabiliza verba de R$ 1,5 milhão para o recape da pista do aeroporto Luiz Dalcanale Filho. A verba vem da Secretaria de Infraestrutura e Logistica.
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Gente X Poder'

Guardas Municipais em Brasília

Eleições no Progressistas

Médicos sem especialidade atendendo no Ciscopar?

Progressistas tensos?

A revolta dos “togados”

CPI do lixo

Liberação de recursos do estado

Minirreforma?

Troca-troca e demissão avista?

Quem será o vice-prefeito?

Mais Destaques
"Já foram 19 milhões que acessaram o site do Jornal Gazeta de Toledo- ISENÇÃO E VERDADE!"
(Eliseu Langner de Lima - diretor)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)