Artigos

Ou renasce das cinzas ou volta do coma

| 02/04/2018 - 21:00

Por trás da violência, falta de Educação, Saúde, Transporte, principalmente para as famílias de baixa renda, está a famigerada corrupção em todas as instâncias, desde a urna eletrônica, que ainda é uma incógnita, até os eleitores que aceitam vender o voto.
Não é só a inaptidão da máquina pública em gerir os recursos da renda nacional. Não existem fórmulas econômicas eficazes e duradouras que sejam capazes de debelar a infestação provocada pela corrupção, enquanto não forem feitas as mudanças na estrutura do Estado e no seu arcabouço jurídico, de forma não só a estancar a hemorragia do dinheiro do contribuinte, mas deter, na origem os desvios, quaisquer que sejam, mesmos os mais insignificativos. Protegidos pelo odioso e necessário instituto do foro privilegiado, cobertos pelo manto amigo da justiça, através dos mais caros advogados do país e contando ainda com o espírito de corpo, nossos políticos, são o que são e agem como agem, por causa de um detalhe que passa quase imperceptível aos nossos olhos: eles são a nossa imagem.
Para tanto, foram alçados a essa posição por nossa vontade expressa. Nossos corruptos são tantos e tão variados que para cada um que a justiça consegue por as mãos, outros tantos se apresentam para assumir o lugar.
As imagens de assassinatos covardes, de desavenças odiosas entre ideologias diferentes, de prisões de corruptos que ainda se acham intocáveis mostram um Brasil se debatendo em agonia em busca de uma democracia limpa.
Por aqui os partidos funcionam como uma espécie de clube fechado, onde as lideranças se comportam como donas da sigla, sem obediência alguma às normas do estatuto e onde prevalecem as atitudes corporativas, mesmo que estas afrontem o eleitor e a ética. Na realidade os partidos não representam ninguém, além deles mesmos e de seus interesses imediatos.
De um modo geral, o que se tem são políticos que adentram para esta atividade unicamente para enriquecer, tamanhas são as oportunidades postas ao seu desfrute. Financiamentos públicos, fundos partidários e agora os chamados fundos eleitorais, tudo isso sem contar com as infinitas regalias financeiras obtidas com o cargo, além, é claro da prerrogativa de ser investigado, sine die, por instâncias superiores da justiça.
As gigantescas manifestações de rua que se sucederam por todo o país, deixam clara a insatisfação da população com os políticos e principalmente com suas legendas. Pesquisas de opinião pública asseguram que os políticos e suas siglas estão entre os campeões de desconfiança. Muitos políticos, conhecedores desse fato, evitam aparecer em aglomerações públicas, com medo da reação das pessoas. Com o todo o volume de denúncias que vem ocorrendo, por conta dos escândalos de corrupção, não se observa modificação no comportamento dos partidos. Nenhum desses parlamentares sob investigação foi afastado de suas legendas, nem aqueles que se encontram na prisão.
com Circe Cunha e Mamfil
colunadoaricunha@gmail.com;
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Artigos'

Aeroportos: Muito na frente de nosso tempo

Uma agenda a favor do Brasil

A ameaça do “não voto”

Contratação de refugiados pode ser vantagem competitiva para os negócios

Jesus enviou os apóstolos em missão

O milagre da intercooperação

Expo Toledo não pode ficar à mercê só da SRT

Indústria 4.0: impactos e oportunidades da evolução 

Consequências criminais para manifestações machistas e racistas

Abstenção não é solução

Mais Destaques

Cultura

Abertas as inscrições para a seleção do FERMOP

AgroGazeta

Colheita de milho safrinha no Paraná atinge 6%

Estado

DER fará leilão de 1.500 veículos apreendidos

Regional

Cascavel sedia Congresso Internacional de Acolhimento Familiar

Política

Financiamento coletivo pode esbarrar na insatisfação das pessoas com a política

Economia

Governo publica decreto que antecipa parcela do 13º para aposentados

Gente X Poder

Expo Toledo - Comitê

Geral

Saiba quais são os sintomas do sarampo e como evitar

"Chegamos ao 15 milhões de acessos no site do Jornal Gazeta de Toledo. Aqui se propaga - 45 9.91339499"
(Eliseu Langner de Lima - diretor)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)