Estado

Milhares de curitibanos são bloqueados por fraude em transporte

| 12/04/2018 - 21:00

Mais de 2,3 mil usuários da Rede Integrada de Transporte (RIT), que liga Curitiba a cidades da Região Metropolitana, tiveram o cartão de isento bloqueado por fraudes registradas de novembro de 2015 a abril de 2018.
Além da Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec), que administra o sistema da RIT, as prefeituras de São José dos Pinhais e Araucária também mantém sistemas de câmeras que permitem verificar quando o passageiro que utiliza o cartão não é a pessoa que tem direito ao benefício.
Prejuízo
Segundo a Comec, caso os 2,3 mil cartões bloqueados na Rede Integrada de Transporte ainda estivessem em funcionamento e fossem utilizados por pessoas que não têm direito a isenção, o prejuízo com as fraudes poderia chegar a R$ 620 mil por mês.
São José dos Pinhais
Em São José dos Pinhais, segundo a prefeitura, foram registradas 80 mil fraudes com cartões de isento, de dezembro de 2017 a março de 2018.
O município começou a fazer o bloqueio dos cartões usados para as irregularidades nesta quinta-feira (12). No primeiro dia, 70 usuários tiveram o cartão bloqueado.
O gerente do sistema Dante Franceschi Filho afirma que o dono do cartão, que cometeu a irregularidade e teve o benefício bloqueado precisa comparecer à central do sistema, no terminal central e pagar a segunda via do cartão. Caso haja reincidência, o beneficio será cancelado por um ano.
“O prejuízo acumulado mensal, com as fraudes, é em torno de R$ 100 mil. Nós temos que entender que esse prejuízo não é do consórcio e nem das empresas operadoras. Isso é repassado para os demais usuários, no aumento de tarifa expressivo”, afirmou.
Araucária
O sistema de biometria facial no transporte coletivo é usado em Araucária desde 2014 e, segundo a prefeitura, ajudou a diminuir os casos de fraude.
“As pessoas ficam mais preocupadas porque, na hora em que nós fazemos o cartão do isento a gente diz para eles que é feita a biometria facial”, comenta a superintendente de Serviços Públicos Marinalva Melo.
Na cidade, quando há o bloqueio, o cartão é retido por 30 dias e, se há reincidência, por mais 60 dias.
Fonte: G1
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Estado'

Concurso Agrinho 2018 está com as inscrições abertas

DER fará leilão de 1.500 veículos apreendidos

Governo veta reajuste de salários para tribunais e legislativo

Sancionada lei que incorpora gratificação a aposentadoria de docentes

Governo veta PLs que reajustam salários de outros poderes

UNILA oferta curso preparatório para exame de Língua Portuguesa

Sicredi reforça comitiva para Conferência Internacional

Campanha dobra denúncias de violência contra crianças e adolescentes

Aulas da rede estadual do Paraná terminam nesta sexta-feira

Idosos ou deficientes que não se cadastrarem perderão benefício

Mais Destaques

AgroGazeta

Colheita de milho safrinha no Paraná atinge 6%

Esporte

Toledano é convocado para seleção paranaense

Regional

Cascavel sedia Congresso Internacional de Acolhimento Familiar

Economia

Governo publica decreto que antecipa parcela do 13º para aposentados

Gente X Poder

Expo Toledo - Comitê

Geral

Saiba quais são os sintomas do sarampo e como evitar

Política

Financiamento coletivo pode esbarrar na insatisfação das pessoas com a política

Cidade

Lançada edição 2018 dos Jogos da Melhor Idade

"Chegamos ao 15 milhões de acessos no site do Jornal Gazeta de Toledo. Aqui se propaga - 45 9.91339499"
(Eliseu Langner de Lima - diretor)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)