AgroGazeta

Cooperativas agropecuárias ampliam foco no varejo de alimentos

| 14/05/2018 - 20:20

Cooperativas agropecuárias ampliam foco no varejo de alimentos

As cooperativas agropecuárias estão ampliando cada vez mais o foco de suas operações em direção ao varejo, especialmente por meio de marcas próprias de alimentos prontos para consumo. A constatação é clara após um giro pela feira Apas, principal evento do setor supermercadista do país, que se encerrou na última semana, em São Paulo (SP). Pelos corredores da feira, lado a lado com estandes das multinacionais, estiveram lá presentes grandes cooperativas, como por exemplo, Coamo, Copacol, Aurora, Frimesa, Lar, entre outras. Foco no consumidor final no mercado doméstico e olho nas exportações de produtos prontos são as prioridades das cooperativas, segundo executivos do setor.
De acordo com Valdemir Paulino dos Santos, gerente comercial da Copacol, que transforma aves, suínos e peixes em carnes prontas, as cooperativas estão num processo cada vez mais acentuado de verticalização de seus negócios, atuando do campo à mesa. ‘‘Estamos cada vez mais próximos do consumidor, com marcas próprias. É uma grande tendência’’, disse.
Para Alcir José Goldoni, superintendente comercial da Coamo, o avanço das cooperativas agropecuárias no varejo é um processo natural. ‘‘O consumidor é o sustentáculo da cooperativa. Nossos produtores-cooperados se preocupam com a qualidade dos alimentos desde a escolha dos insumos’’, ressaltou. A Coamo é especializada em beneficiar grãos (soja, milho, trigo), leite, café, transformando-os em alimentos prontos.
Exportações de carnes
Por outro lado, no tocante às exportações de carnes, por exemplo, o cenário está mais complicado, após os desdobramentos da nova fase da ‘‘Operação Carne Fraca’’, avaliou Paulino. ‘‘Os embarques de frango sofreram um baque. Tivemos perda de valor, devido a oferta maior e menos destinos ‘‘, assinalou o executivo. ‘‘Importadores também aproveitaram a situação para propor renegociação de contratos, o que pressionou os preços’’.
Fonte: DATAGRO
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'AgroGazeta'

Custo do frango no Paraná chega a R$ 2,92/quilo

Carnes de frango e suíno presentes na Copa

Soja: preços caem, devido ao dólar e produção elevada

Custo de produção do suíno passa de R$ 4/quilo

Criadores de animais recebem apoio da Conab

Frango: nova taxa chinesa preocupa o setor

Avicultura e suinocultura vivem momento delicado no Paraná

Exportações: embarques de frango são pouco animadores

Paraná deve absorver 14% dos recursos do Plano Safra

Mercado de reposição travado no Paraná

Mais Destaques
"Chegamos ao 15 milhões de acessos no site do Jornal Gazeta de Toledo. Aqui se propaga - 45 9.91339499"
(Eliseu Langner de Lima - diretor)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)