AgroGazeta

Exportação de soja do Brasil tem queda semanal de 16%, após pico do escoamento

| 16/05/2018 - 15:20

Foto: Aprosoja

A exportação de soja do Brasil somou 2,43 milhões de toneladas na semana de 6 a 12 de maio, queda de 16,2 por cento na comparação com as 2,9 milhões de toneladas da semana anterior, quando o país havia embarcado o maior volume semanal do ano, de acordo com dados da Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (Anec) divulgados nesta terça-feira.
Na segunda semana de maio do ano passado (7 a 13 de maio), as exportações haviam atingido 2,5 milhões de toneladas, volume que tinha sido o quarto maior semanal de 2017, segundo a Anec. Para a associação, a queda ocorreu após um período de pico de embarques, que ainda seguirão robustos diante do escoamento de uma safra que atingiu um recorde de 117 milhões de toneladas, segundo dados do governo. “A tendência é de que os volumes de agora em diante permaneçam ligeiramente acima da média de anos anteriores, mas numa curva decrescente devido ao término do pico de safra, entre março e maio”, disse o assistente-executivo da Anec, Lucas Eduardo Trindade de Brito.
Ele lembrou que os resultados das exportações do Brasil nas cinco semanas anteriores foram melhores que os registrados na semana passada, com o impulso da grande safra e também como reflexo das disputas comerciais entre a China e os Estados Unidos, incluindo a ameaça de uma taxa chinesa de 25 por cento sobre as exportações norte-americanas de soja.
A Anec não citou questões específicas relacionadas à demanda externa. Na semana passada, a Reuters reportou uma queda inesperada nas compras da China, maior importador global de soja, o que limitaria as vendas do Brasil no curto prazo.
Uma menor demanda momentânea da China estaria ocorrendo como consequência de problemas enfrentados pela indústria de suínos (consumidores de ração), que estaria operando com prejuízos aos preços atuais no país asiático.
De outro lado, a soja dos Estados Unidos, competidor do Brasil no mercado global, ficou mais competitiva para o restante do mercado, atraindo compras de origens de fora da China, ressaltou o analista sênior de Agronegócios do Itaú BBA, Guilherme Bellotti. “Com essa guerra comercial, impactou preços na bolsa de Chicago... se olhar sob ótica de outra origem, o grão dos Estados Unidos ficou bastante competitivo”, disse ele, ponderando que isso não deve trazer problemas para o Brasil, que de qualquer forma não seria capaz de atender a toda a demanda chinesa, caso a taxação se confirme, hipótese que vê como improvável.
No acumulado deste ano, contudo, a exportação de soja do Brasil atingiu 33,87 milhões de toneladas, aumento de mais de 4 por cento na comparação com o mesmo período do ano passado. O volume no acumulado do ano representa menos da metade dos embarques totais recordes projetados pela Anec para 2018 (72 milhões de toneladas).
O dólar, que subiu pela terceira sessão seguida e chegou a encostar no patamar de 3,70 reais nesta terça-feira, foi citado pela Anec como um fator de alta nas exportações. A moeda norte-americana subiu quase 1 por cento, fechando a 3,6608 reais na venda, renovando o maior patamar de fechamento desde 7 de abril de 2016.
Fonte: Reuters
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'AgroGazeta'

Colheita e retração da demanda pressionam preços da soja

Brasil aumenta produtividade de grãos na safra 2018/2019

Ações da BRF caem com reação da Arábia Saudita a decisão de Bolsonaro

Colheita de soja no Brasil atinge 5,4% da área, estima agência

Preços internos, FOB e prêmios recuam com menor demanda

Coamo entrega novo site aos consumidores da sua linha alimentícia

ANTT publica nova tabela com valores do frete mínimo

Oeste aposta em conselhos para aproximar PR do status de livre de aftosa

China e commodities lideram aumento das exportações brasileiras

Sojicultores do Paraná mantêm produtividade durante estiagem

Mais Destaques

Geral

Após meses de espera, Amazon.com inicia vendas diretas no Brasil com 11 categorias de produtos

Economia

Banco do Brasil é considerado o mais sustentável do mundo

Cidade

Inscrições para o NACA estão abertas

Esporte

Curso de GR auxiliará na montagem de séries e terá aulas de balé

Variedades e Gente

Sisu abre inscrições para mais de 235 mil vagas

Cultura

Jogos eletrônicos brasileiros conquistam o mercado internacional

Gente X Poder

Urubu virou pombinha?

Artigos

OPINIÃO: Privatizar não é a melhor solução

"Já são 17 milhões de acessos no site do Jornal Gazeta de Toledo. Junte-se a quem de fato é lido - invista em propaganda onde sua marca ficará visível 45 9.91339499"
(Eliseu Langner de Lima - diretor)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)