Estado

Saúde e Defesa Civil se unem para garantir atendimentos

| 24/05/2018 - 17:15

Saúde e Defesa Civil se unem para garantir atendimentos

A Secretaria de Estado da Saúde e a Defesa Civil do Paraná estão em contato permanente para garantir que ambulâncias dos serviços de urgência e emergência, e demais veículos que atendem a rede assistencial do Paraná, não sejam prejudicados pela paralisação dos caminhoneiros.
O secretário estadual da Saúde, Antônio Carlos Nardi, determinou que superintendentes e diretores de regionais monitorem a situação nas suas regiões e interfiram imediatamente para evitar paralisação dos serviços.
“Por determinação da governadora Cida Borghetti, unimos esforços para evitar problemas na área de urgência e emergência. Pedimos atenção especial para o nível de estoque de combustível, medicamentos e demais insumos necessários para a Saúde. Com apoio da Defesa Civil vamos intervir em situações de bloqueio do transporte desses itens para a nossa rede”, disse o secretário.
Nardi também determinou que as equipes técnicas da secretaria evitem o uso da frota administrativa para reduzir o consumo de combustível e priorizar o atendimento de urgência e emergência. SAMU – A média diária de atendimentos do Serviço Médico de Urgência (Samu) no Paraná é de 1,7 mil ocorrências, sete delas aéreas. Segundo o diretor da Rede Paraná Urgência, Vinícius Filipak, cada Samu tem condições de antecipar o nível crítico de abastecimento e comunicar a necessidade de intervenção. “Orientamos as equipes para monitorar as condições de trabalho e comunicar imediatamente sobre bloqueios que impedem a chegada de insumos. Estamos em contato permanente com a Defesa Civil e queremos antecipar problemas para poder agir”, explicou Filipak.
A orientação é que as equipes regionais comuniquem rapidamente por celular em qual município foi identificado o problema, o tipo de serviço, o insumo em risco ou em falta e qual é o potencial de dano à rede de saúde.
“Com essa organização, tanto a Saúde, quanto a Defesa Civil poderão atuar com medidas emergenciais para evitar desassistência à população”, finalizou o secretário Nardi.
Fonte: AEN
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Estado'

Adapar reconhece Selo Alimentos do Paraná

Disputas entre empresas travam R$ 1 bilhão em obras rodoviárias

Estado aporta R$ 10 milhões para avalizar financiamentos a microempresas

Funcionário da Itaipu integrava quadrilha presa na Operação Eros

Paraná será sede de centro de inteligência de segurança

Modelo do Paraná pode reduzir obras paralisadas no país

Empresários querem ajustes para lojas francas não ser concorrentes

Evento promovido pelo Tecpar debate energias renováveis

Dívidas com o Detran passam a ser parceladas por meio de cartão

Justiça contrata 52 profissionais para Socioeducação

Mais Destaques
"Já são 17 milhões de acessos no site do Jornal Gazeta de Toledo. Junte-se a quem de fato é lido - invista em propaganda onde sua marca ficará visível 45 9.91339499"
(Eliseu Langner de Lima - diretor)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)