Cidade

Oeste em Desenvolvimento debate melhora na genético da tilápia

| 24/05/2018 - 19:20

Oeste em Desenvolvimento debate melhora na genético da tilápia

A importância de melhorar a genética da tilápia produzida em cativeiro para o crescimento da piscicultura no Oeste do Paraná será um dos temas do 1º Encontro Regional de Piscicultura. O evento será realizado nesta sexta-feira (25), às 8h, no Centro de Convenções Ismael Sperafico, em Toledo (PR). A promoção é da Câmara de Peixe do Programa Oeste em Desenvolvimento (POD), do qual a Itaipu Binacional faz parte.
O objetivo do encontro é debater as tendências da atividade na região, considerada referência para o Brasil. “O bom desempenho da piscicultura no Oeste já estampou várias revistas especializadas em 2017, mas ainda exige investimentos e estudos”, explicou a secretária da Câmara Técnica de Peixe, Victória Diniz.
Tilápia
O especialista Elias Nunes Martins, agrônomo e doutor em Zootecnia, adiantou que melhorar a qualidade dos os alevinos dentro da propriedade seria um ganho muito grande para a piscicultura regional.
Segundo ele, apesar da piscicultura no Oeste ter um volume grande de produção, ainda depende da compra de alevinos com genética desenvolvida fora da região, dificultando a adaptabilidade e a sobrevivência dos peixes. “Além da sobrevivência, dificulta o acasalamento e resistência ao manejo”, disse.
Durante a palestra Martins abordará desde a necessidade dessa prática até a implantação e execução do programa. “Quando produzimos nossos próprios alevinos temos condições de fazer várias avaliações, inclusive, adaptá-las ao interesse do mercado”, explicou.
A participação das cooperativas no Programa de Melhoramento Genético da Cadeia Produtiva da Tilápia, que está sendo criado por Itaipu, Parque Tecnológico e Itaipu, foi validada por meio de um protocolo assinado durante o Show Rural Coopavel 2018. O objetivo é melhorar a qualidade do peixe com foco nas demandas do mercado, como um melhor aproveitamento do filé da tilápia.
A Itaipu
Com 20 unidades geradoras e 14 mil MW de potência instalada, a Itaipu Binacional é líder mundial na geração de energia limpa e renovável, tendo produzido, desde 1984, mais de 2,5 bilhões de MWh. Em 2016, a usina brasileira e paraguaia retomou o recorde mundial anual de geração de energia, com a marca de 103.098.366 MWh. Em 2017, a hidrelétrica foi responsável pelo abastecimento de 15% de toda a energia consumida pelo Brasil e de 86,4% do Paraguai.
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Cidade'

Núcleo de Inovação conhece projeto de aceleradora de tecnologia

Lançamento da Campanha Outubro Rosa terá desfile de moda

Campanha ‘Toledo: Meu candidato é daqui’ é apresentada aos Núcleos da Acit

Trabalhadores da BRF aprovam renovação de ACTs

Lar dos Idosos é beneficiado por ação intercooperativa

Operação Óxido

Toledo teve sua 45ª edição da Festa Nacional do Porco no Rolete

Alunos conscientizam população sobre mobilidade urbana

Lar dos Idosos é beneficiado por ação intercooperativa

Toledo se prepara para a 10ª Semana Farroupilha

Mais Destaques
"Ultrapassamos 16 milhões de acessos no site do Jornal Gazeta de Toledo. Aqui se propaga - 45 9.91339499"
(Eliseu Langner de Lima - diretor)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)