AgroGazeta

China aplica sanção contra frango do Brasil

| 08/06/2018 - 16:35

Foto: Reprodução (Rural Pecuária)

O Ministério do Comércio da China (MOFCOM) anunciou medidas “antidumping temporárias” sobre as importações de frango do Brasil. Justificando que a indústria doméstica sofreu danos substanciais, o País comunista determinou que, a partir deste sábado (09.06), os importadores deverão pagar taxas entre 18,8% a 38,4% do valor total adquirido.
O Brasil fornece nada menos que 40% de toda a carne de frango consumida pelo mercado mundial, detendo uma fatia de 50% do mercado chinês. As medidas a anunciadas pelo governo do gigante asiático atingem os produtos fornecidos pelos exportadores brasileiros JBS e BRF.
“Durante o período de investigação de danos, a quantidade de produtos importados e a participação de mercado do Brasil aumentaram continuamente, e os preços de produtos domésticos similares foram drasticamente reduzidos, causando sérios danos às indústrias domésticas”, justificou o Ministério do Comércio chinês.
A ABPA (Associação Brasileira de Proteína Animal) divulgou um comunicado manifestando seu protesto diante da decisão do MOFCOM. Segundo a entidade, não há qualquer nexo causal entre as exportações de carne de frango do Brasil e eventuais situações mercadológicas locais. “Os esclarecimentos apresentados pelo setor produtivo e pelas agroindústrias exportadoras deixaram clara a ausência de qualquer possível dano aos produtores e ao mercado chinês”, justifica.
A ABPA considera que a determinação da medida é um retrocesso nas boas relações comerciais construídas por brasileiros e chineses ao longo desta década: “Apesar de uma potencial retração no desempenho dos embarques em toneladas, o fluxo comercial deverá ser mantido mesmo com a imposição da medida, frente à necessidade e alta demanda do mercado chinês. Em 2017, o país asiático foi destino de 391,4 mil toneladas de carne de frango do Brasil, equivalente a 9,2% de tudo o que o país embarcou no período”.
A decisão é provisória, sendo que a medida final será anunciada no próximo mês de agosto. “A ABPA continuará a trabalhar no âmbito do processo, buscando reverter a decisão imposta temporariamente”, conclui a entidade.
Fonte: Leonardo Gottems/Agrolink
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'AgroGazeta'

Ministério descarta risco à exportação de carne do Brasil após discussão sobre embaixada

Porto de Paranaguá já supera exportações de grãos de 2017

Preço do milho sobe em novembro

Estrutura do Ministério da Agricultura será definida nesta semana

Entidades do setor produtivo manifestam apoio a nova ministra da Agricultura

Obra vai triplicar capacidade de exportação em Paranaguá

Conheça a futura ministra da Agricultura

Exportações de carne de frango mantém alta em outubro

Mulheres colocam a “mão na massa” no campo

Exportação de soja deve crescer 2,6%

Mais Destaques
"Já são 17 milhões de acessos no site do Jornal Gazeta de Toledo. Junte-se a quem de fato é lido - invista em propaganda onde sua marca ficará visível 45 9.91339499"
(Eliseu Langner de Lima - diretor)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)