Economia

Mercado PIB reduz estimativa para 2019 pela 1ª vez em quase 5 meses

| 11/06/2018 - 16:25

Após a greve dos caminhoneiros, que abalou o abastecimento e afetou diversos setores da economia, o mercado passou a apontar que o Brasil crescerá menos de 2 por cento neste ano e, pela primeira vez em quase cinco meses, reduziu as estimativas para 2019.
Pesquisa semanal Focus do Banco Central divulgada ontem, segunda-feira, mostrou que as projeções de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) neste ano recuaram a 1,94 por cento, ante 2,18 por cento no levantamento anterior.
Para 2019, as contas foram a 2,80 por cento, interrompendo 18 semanas seguidas em que as estimativas ficaram em 3 por cento.
O Focus também mostrou que o mercado espera menor expansão na produção industrial para 2018 e 2019, a 3,51 e 3,20 por cento, respectivamente. Até então, as contas estavam em 3,80 e 3,50 por cento.
A greve dos caminhoneiros durou 11 dias em maio e, além de afetar em cheio a economia, também levou o governo a anunciar medidas para reduzir os preços do diesel, com elevado custo fiscal que também tem potencial para arranhar a confiança dos agentes econômicos.
As contas para a inflação neste ano voltaram a ser elevadas pela quarta semana seguida. A alta do IPCA foi calculada agora em 3,82 por cento em 2018 e em 4,07 por cento em 2019, sobre 3,65 e 4,01 por cento, respectivamente, na semana anterior.
Para a taxa básica de juros, não houve mudanças nas expectativas de que a Selic terminará o ano a 6,5 por cento, indo a 8 por cento no final de 2019, mesmos cálculos do Top-5, grupo dos que mais acertam as previsões.
Para o câmbio, também não houve mudanças. O mercado continuou vendo o dólar a 3,50 reais tanto no fim de 2018 quanto de 2019, após intensa volatilidade nos mercados na semana passada e forte atuação do BC.
Fonte: Redação Reuters
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Economia'

Vendas no varejo do Brasil têm pior setembro em 18 anos

Tesouro diz que o Paraná superou limite de gastos com pessoal

Inadimplência atinge 62 milhões de brasileiros e afeta 3% do crédito

Internet é meio para checar credibilidade de instituições financeiras

Percentual de inadimplentes recua em outubro, diz CNC

Temer assina decreto que regulamenta novo regime automotivo

Total de pessoas ocupadas no país cresce 1,7 milhão de 2012 para 2017

Produção e consumo de biocombustíveis no país aumentam em 2018

Inflação sobe para famílias com renda mais baixa

Produção brasileira de veículos sobe 17,8% em outubro

Mais Destaques
"Já são 17 milhões de acessos no site do Jornal Gazeta de Toledo. Junte-se a quem de fato é lido - invista em propaganda onde sua marca ficará visível 45 9.91339499"
(Eliseu Langner de Lima - diretor)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)