Gente X Poder

Sem gás, choca

| 25/06/2018 - 17:40

Sem gás, choca
A atual administração municipal vem enfrentando dificuldades de sincronia entre os atos e ações do governo para com as formalidades legais. Não preciso enumerar ou repetir todas as “ lambanças” ocasionadas pela inércia jurídica que na maioria das decisões foram tomadas no calor da emoção e com isso comprometendo a razão e os direitos. Já houve um pouco de tudo: nomeações indevidas, tentativa da criação de um salário para a super estagiária e a “cereja do bolo”, ficou com a nota do MP que corrigiu o Município (jurídico) sobre a formulação e condições da TAC sobre procedimento licitatório de bicicletas no programa Toopedalando.
Sem gás, choca I
Claro que, tais ocorrências desagradaram até a alta cúpula política do governo de Lúcio. Mas o tempo passou e novas figuras foram agregadas para fazer parte do jogo com um técnico que deu segurança aos inseguros como um grande “guru” que o é, mas as questões de ordem jurídicas continuaram a “dar trabalho” para atual gestão. Neste fim de semana tivemos mais um capítulo desta novela. Uma postagem em mídias sociais deixou claro o descontentamento generalizado com o Nobre refrigerante: “POLITICAMENTE FALANDO, TANTO FAZ TUBAÍNA OU GUARANÁ, TUDO É RUIM! ”. Tal postagem não traria nenhuma novidade, caso não tivesse sido compartilhada com direito a comentários interessantes dos mais altos ocupantes de cargos de primeiro escalão da atual gestão e alguns assessores do legislativo (IMAGINA SEM GÁS?), disseram.
Sem gás, choca II
Quero dizer a este iludido escrevinhador, que existe sim uma saída diante da falta de argumentação e da falta de experiência, quando não se tem os devidos respeitos forenses: procurar a felicidade em outro lugar, quando não sou bem quisto num ambiente. É a melhor ideia!
Perseguição
Já se passou mais de ano e meio e a Secretaria de Segurança e Trânsito não consegue me animar com boas notícias daquela gestão. Meu “urubutran” disse que os guardas municipais, em sua maioria gente do bem, ficam à mercê de uma gestão perseguidora. Segundo o “urubutran” o secretário não consegue trabalhar com pessoas que não compactuam com as coisas erradas e quem os desobedecem são transferidos, afastados de seus “zóios”. Há pouco dias, um dos GM que atuava no financeiro, por querer discordar foi transferido e o próximo alvo de transferência, segundo meu “urubutran”, atingirá o setor de planejamento, em que alguns lá atuam, por não compactuarem com as inúmeras irregularidades. Tenho nome e sobrenome e caso ocorra, vou divulgar aqui. Fique bem registrado!
Dr. Aroldo Galassini em Toledo
Duas vezes ao ano, Dr. Aroldo Galassini, presidente da Coamo Agroindustrial, realizou mais uma de suas reuniões de campo, digamos que é uma das reuniões mais esperadas pelos associados devido as riquezas de informações do Agronegócio nacional e internacional que são repassadas a todos. Para Galassini, a palavra da Coamo é EFICIÊNCIA.
Dasenbrock em Toledo
Também em Toledo, nessa segunda-feira, tivemos a presença do Sr. Manfred Dasenbrock, presidente do sistema Sicredi Paraná. Ele veio a Toledo a convite da Sicredi Progresso PR/SP para uma palestra com nossos coordenadores de núcleo, com assuntos relacionados ao cenário do cooperativismo de crédito internacional, no Brasil e no Sicredi, perspectivas e projetos do Sistema.
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Gente X Poder'

Guardas Municipais em Brasília

Eleições no Progressistas

Médicos sem especialidade atendendo no Ciscopar?

Progressistas tensos?

A revolta dos “togados”

CPI do lixo

Liberação de recursos do estado

Minirreforma?

Troca-troca e demissão avista?

Quem será o vice-prefeito?

Mais Destaques
"Já foram 19 milhões que acessaram o site do Jornal Gazeta de Toledo- ISENÇÃO E VERDADE!"
(Eliseu Langner de Lima - diretor)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)