Política

Fachin diz que dissenso no STF natural

| 27/06/2018 - 17:30

Foto: Reprodução

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e relator dos processos da Operação Lava Jato Edson Fachin disse nesta quarta-feira (27) que o dissenso entre os integrantes da Segunda Turma da Corte é natural. Ao chegar nesta manhã para sessão do Supremo, Fachin também disse que não julga com suas convicções pessoais.
Na sessão de ontem da Segunda Turma, o ministro foi voto vencido nos julgamentos em que foi determinada a soltura do ex-ministro José Dirceu, do ex-teroureiro do PP João Claudio Genú e na decisão que arquivou a ação penal aberta pela Justiça de São Paulo para investigar o deputado estadual Fernando Capez (PSDB-SP).
O relator da Lava Jato afirmou que juízes não tem ideologia para julgar os processos a favor ou contra qualquer uma das partes e que “convicções pessoais ficam para o lado de fora da porta da sala de julgamento”.
“ É assim que eu tenho me portado, e é isso que me dá paz na alma para fazer os julgamentos como entendo que devam ser, à luz dessa que é ideologia única que orienta magistrado, que é ideologia constitucional, nada menos e nada mais”, disse.
O julgamento do pedido de liberdade do ex-ministro José Dirceu foi marcado por várias trocas de farpas entre Edson Fachin e Dias Toffoli, relator do caso. Após o voto do relator a favor da concessão da liberdade, Fachin pediu vista do habeas corpus, mas os demais integrantes da turma decidiram encaminhar a votação.
O procedimento não é usual no STF. Em geral, quando integrantes pedem vista de um processo, os demais chegam a adiantar o voto, mas o resultado fica suspenso e não é proclamado.
Fonte: Felipe Pontes - Repórter da Agência Brasil
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Política'

Amadorismo do governo levou a desgaste desnecessário, diz Rubens Bueno

Reforma administrativa proposta pelo governo é aprovada em 1º turno

Reforma administrativa proposta pelo governo é aprovada em 1º turno

Brasil formaliza saída da Unasul para integrar Prosul

Governo anuncia R$ 500 milhões do BNDES para caminhoneiros autônomos

Governo anuncia R$ 500 milhões do BNDES para caminhoneiros autônomos

Brasil formaliza saída da Unasul para integrar Prosul

Prefeito participa da 22ª Marcha dos Prefeitos

TSE reprova contas partidárias do PT relativas a 2013

Bolsonaro cria 13º salário para o Bolsa Família Essas e outras ações fazem parte dos 100 dias de gov

Mais Destaques

Estado

Ministério da Saúde abre hoje segunda fase da vacinação contra gripe

Regional

Tecpar trabalha para se tornar grande polo de inovação

Cidade

VAGAS DE EMPREGO

Segurança

PM de nova aurora apreendem 500 quilos de maconha

AgroGazeta

BRDE tem como meta disponibilizar R$ 1 bilhão para o Paraná

Gente X Poder

Onde está nossa torcida? E os "super poderes ao tubaina"?

Economia

No Mês da Indústria, Sistema Fiep apresentará dimensão de seu trabalho

"Já foram 19 milhões que acessaram o site do Jornal Gazeta de Toledo- ISENÇÃO E VERDADE!"
(Eliseu Langner de Lima - diretor)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)