Cultura

Socióloga comera 80 anos em evento sócio ambiental

| 09/07/2018 - 18:10

A socióloga e escritora Moema Viezzer foi recepcionada por familiares e amigos para seu aniversário

A socióloga e escritora, Moema Wiezzer, reuniu familiares, amigos e lideranças no último sábado, 7, em um jantar no Restaurante Filezão, para comemorar os seus 80 anos de idade. Mais que uma festa para amigos e familiares, ela definiu o encontro como um evento sócio ambiental, pela participação de lideranças e o envolvimento de pessoas engajadas com estas causas, assim como ela. “Estou muito feliz, ao lado dos meus familiares, amigos e convidados. Representa um momento de gratidão, assim como escrevi no convite agradecendo pelas graças que a vida tem me dado, de chegar nesta idade, com saúde e possiblidade de continuar articulando pessoas e criando sinergias positivas”.
O evento também marcou o lançamento e sessão de autógrafos do livro Vocação de Semente, história de uma facilitadora da inteligência coletiva , em depoimento à jornalista Tereza Maldonado. O livro, explica Moema, conta a sua história pessoal e permite também a inserção de considerações sobre a sua visão de mundo e questões que mais tem se dedicado ao longo de sua trajetória, como o empoderamento das mulheres, a equidade de relações e as questões sócio ambientais.
Fonte: Eliane C. Torres
Moema Libera Viezzer, escritora, socióloga e militante feminista, nasceu em Caxias do Sul (RS), em 1938.
Atuou em projetos educativos na Região Nordeste do Brasil. Ficou exilada no período do regime militar. Entre 1973 e 1974 trabalhou no Peru, na Inglaterra e no México. Com a anistia, voltou para o Brasil, e em 1980 fundou a Rede Mulher de Educação.
Uma de suas obras de grande destaque e repercussão é “Se Me Deixam Falar – Domitila” (1976), baseado na história real da militante feminista e operária boliviana Domitila Barrios de Chungara, a quem conhecera em 1975, durante um evento do Ano Internacional da Mulher, no México.
Recebeu em 2007 o Diploma Bertha Lutz do Senado brasileiro. Foi também uma das 52 brasileiras incluídas na candidatura de 1000 Mulheres para o Prêmio Nobel da Paz em 2005.
Galeria de fotos
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Cultura'

Delicadeza é marca de três exposições no Ecomuseu de Itaipu

Seminário sobre Licenciamento Ambiental vai abrir Semana temática do Iphan

Projeto “Fortalecendo Redes Culturais” traz oficinas a Toledo

Museu do Expedicionário comemora o Dia do Aviador

Museu do Saneamento abrigará o Memorial Planeta Água

Ecomuseu de Itaipu abre três exposições nesta semana?

2º MRT Festival acontece neste sábado

Secretaria da Cultura do Paraná capacita novos Agentes de Leitura

Televisando: Toledo tem bons resultados na etapa final do programa

Conselho de Políticas Culturais de Marechal Rondon tem nova diretoria

Mais Destaques
"Ultrapassamos 16 milhões de acessos no site do Jornal Gazeta de Toledo. Aqui se propaga - 45 9.91339499"
(Eliseu Langner de Lima - diretor)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)