Política

Temer diz que novo ministro assume no momento que emprego é prioridade

| 10/07/2018 - 17:05

Foto: Reprodução

O presidente Michel Temer empossou nesta terça-feira (10) Caio Luiz de Almeida Vieira de Mello como ministro do Trabalho, em cerimônia no Palácio do Planalto. Em discurso, Temer disse que Caio Vieira de Mello assume a pasta no momento em que o emprego é a prioridade do povo brasileiro e do governo.
“O ministro Caio Vieira de Mello é um nome de grande experiência e traz para a nossa equipe décadas de atuação na área jurídica, mas sobretudo na área da Justiça trabalhista. Acumula um conhecimento valiosíssimo neste momento em que a necessidade maior do brasileiro e, portanto, a prioridade do nosso governo é precisamente o emprego”.
Temer disse que seu governo tem feito muito pela criação de empregos, que recuperou a credibilidade da economia e está colocando o país no trilho do crescimento. “O resultado já se faz sentir. É a retomada da criação de postos de trabalho. Já são mais de 380 mil carteiras assinadas neste ano”, disse Temer.
O presidente defendeu a reforma trabalhista levada adiante durante sua gestão e disse que a modernização das leis trabalhistas trouxe o Brasil para o século 21, reduziu litígios trabalhistas e estimulou contratações. Ao finalizar o discurso, Temer disse que nos seis meses restantes de seu governo será possível avançar ainda mais.
Formado em direito pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), o desembargador aposentado foi vice-presidente Judicial do Tribunal Regional do Trabalho da Terceira Região, em 2008 e 2009. Atualmente, atua no escritório de advocacia Sergio Bermudes como consultor jurídico.
No último dia 5, o chefe da Casa Civil da Presidência da República, ministro Eliseu Padilha, havia assumido interinamente o Ministério do Trabalho, no lugar de Helton Yomura, que pediu exoneração do cargo após ser um dos alvos da terceira fase da Operação Registro Espúrio, deflagrada pela Polícia Federal (PF). O objetivo da operação foi aprofundar as investigações sobre uma suposta organização criminosa suspeita de fraudar a concessão de registros sindicais junto ao Ministério do Trabalho.
Fonte: Agência Brasil
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Política'

Investimentos das cidades brasileiras chegam ao pior nível dos últimos 12 anos

MPPR e União de Vereadores do Paraná assinam termo de transparência na gestão pública

Em Davos, Bolsonaro diz que vai buscar investimentos para Brasil

Ministros de Bolsonaro visitam Paraná

Segurança pública se faz com presença física e tecnologia, diz Ratinho Jr

Projeto facilita venda de antibióticos em locais sem serviço público de saúde

Compromisso é tornar o Paraná referência em educação, afirma governador

Investigação de ex-assessor de Flávio Bolsonaro é suspensa por STF

Bolsonaro diz a Macri que confia na modernização do Mercosul

Orçamento de 2019 vira lei

Mais Destaques

Economia

Banco do Brasil é considerado o mais sustentável do mundo

Esporte

Curso de GR auxiliará na montagem de séries e terá aulas de balé

AgroGazeta

Colheita de soja no Brasil atinge 5,4% da área, estima agência

Variedades e Gente

Sisu abre inscrições para mais de 235 mil vagas

Estado

Saúde traça plano de combate à febre amarela

Geral

Após meses de espera, Amazon.com inicia vendas diretas no Brasil com 11 categorias de produtos

Gente X Poder

Urubu virou pombinha?

Cultura

Jogos eletrônicos brasileiros conquistam o mercado internacional

"Já são 17 milhões de acessos no site do Jornal Gazeta de Toledo. Junte-se a quem de fato é lido - invista em propaganda onde sua marca ficará visível 45 9.91339499"
(Eliseu Langner de Lima - diretor)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)