Cidade

EMDUR continua testando nova tecnologia de asfaltamento

| 12/07/2018 - 17:15

Foto: Divulgação (Secom/Pref. de Toledo)

Há exatos dois meses, a Empresa Municipal de Desenvolvimento Rural e Urbano de Toledo (EMDUR) realizou a aplicação de uma nova tecnologia para compactação de solo no projeto de pavimentação de estradas rurais. O CBR Plus foi aplicado na OT - 327, Estrada Félix Bordignon, que liga a BR 163 até a estrada que vai a Novo Sobradinho. Passado o primeiro período de avaliação, nesta quarta-feira (11) teve início o processo de pavimentação da via. São 850 metros lineares de asfalto nesse trecho.
Essa tecnologia promete revolucionar a compactação de solo tornando desnecessária a aplicação da base de pedra brita graduada, proporcionando inúmeros ganhos administrativos e ambientais. De acordo com o Superintendente da EMDUR, Rodrigo Sales, ainda é prematuro avaliar em definitivo se o produto será realmente adotado para os projetos do município.
“Está ficando muito bom o serviço. Mas somente depois que liberar o tráfego é que vamos fazer a análise final. Após concluir a pavimentação vamos fazer o monitoramento do trecho. Esses dois meses foi o tempo de cura do produto. Em alguns locais onde pesquisamos ele trabalha sozinho, sem a necessidade do revestimento asfáltico. Pra saber se a base ficaria estável mesmo com a ação da chuva e do sol aguardamos esse tempo para então podermos aplicar o asfalto sem a necessidade da brita graduada”, explicou Sales.
Economia
A princípio, a economia financeira proporcionada com a nova tecnologia foi de aproximadamente 10% no custo do produto em relação ao custo da pedra. “Mas também existe a economia do transporte e o ganho ambiental. Sem contar, que essas máquinas que estariam transportando as pedras para a compactação de solo, [caso seja utilizado apenas o produto] quando não estão transportando a pedra brita podem ser utilizadas em outras frentes de trabalho. Também não geramos o passivo ambiental que a extração de uma rocha traz. Com esse método elimina-se esse passivo”, afirmou o Superintendente da Emdur.
Segundo ele, a aplicação da manta asfáltica deve ser concluída ainda essa semana. Em seguida, será liberado o tráfego de veículos e somente após um período de seis meses a tecnologia poderá ser avaliada com precisão. “Esse trabalho é pra trazer dados para pensarmos, inclusive, na utilização do produto com outras características de projeto. Seja como base ou como produto final”, concluiu Rodrigo Sales.
Fonte: Secom/Pref. de Toledo
Galeria de fotos
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Cidade'

Torneio de Bocha Feminino reúne mulheres no Outubro Rosa

Benfeitorias nos cemitérios podem ser realizadas até dia 28

Núcleo da Acit realiza manutenção preventiva em veículos

Programa de integração reuniu profissionais de educação de Toledo

Quadra do CJU recebe pintura

Comunidade Acadêmica se manifesta sobre incidente na Unioeste

Condomínio recém-inaugurado em Toledo é inundado pelas chuvas torrenciais

Apoiador de Bolsonaro sofre ameaças e agressões na Unioeste

UTFPR abre inscrições para Mestrado em Toledo

“Tensão Total” prende várias pessoas em Toledo por furto de energia

Mais Destaques
"Ultrapassamos 16 milhões de acessos no site do Jornal Gazeta de Toledo. Aqui se propaga - 45 9.91339499"
(Eliseu Langner de Lima - diretor)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)