AgroGazeta

Frango, ovo, milho e inflação em julho

| 09/08/2018 - 15:50

Embora bem mais moderada que nos dois meses anteriores (Foto: ShutterStock)

Embora bem mais moderada que nos dois meses anteriores (1,64% em maio e 1,48% em junho, índices correspondentes à evolução do IGP-DI da Fundação Getúlio Vargas), a inflação de julho (0,44%) continuou em alta, o que não ocorreu com o frango vivo, o ovo e o milho, cujos preços retrocederam em relação ao mês anterior.
Isto, porém, já era esperado, já que os efeitos do movimento caminhoneiro artificializaram os preços de alimentos como frango e ovos, fazendo com que tivessem alta excepcional no mês de junho (situação, ressalte-se, que não se aplica ao milho, cujos preços apresentaram queda nos últimos dois meses).
Nesse retrocesso, a perda maior atingiu o ovo, cujo valor médio em julho recuou mais de 20% em um mês, fazendo com que a variação negativa em doze meses ficasse próxima dos 25%. Com a queda, o ovo retornou, praticamente, aos valores de maio passado, mês em que foi registrado o segundo menor preço deste ano.
O preço do frango recuou apenas 2,28% em julho. Ou perto de 9% se considerado que grande parte dos negócios do mês foi concretizada com 20 centavos de desconto sobre o preço de referência – R$3,00/kg. Porém, mesmo neste caso, o frango permaneceu (ao menos nominalmente) com o segundo melhor preço em mais de ano e meio, o que leva a concluir que a greve de maio teve efeito mínimo sobre o preço do produto, ou seja, a valorização então obtida decorreu, muito mais, de uma melhor adequação da produção ao mercado real, visivelmente mais restrito.
De toda forma, como mostra a tabela abaixo, à direita, os preços dos três produtos – frango, ovo e milho – se encontram bem aquém da inflação dos tempos do real que, em 24 anos, acumula variação próxima de 600%, Se conseguisse acompanhar esse índice, o ovo teria alcançado em julho valor 111% superior ao efetivamente registrado (R$63,12/caixa); o frango vivo perto de 50% a mais que os (na prática) R$2,80/kg praticados; e o milho, 33% a mais (R$39,64/saca em julho).
Fonte: AviSite
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'AgroGazeta'

China autoriza importação de gordura de porco do Brasil

Começa mais uma campanha de vacinação contra aftosa

Novo Zoneamento Agrícola de Risco Climático da Uva é publicado

Mais Destaques
"Já foram 19 milhões que acessaram o site do Jornal Gazeta de Toledo- ISENÇÃO E VERDADE!"
(Eliseu Langner de Lima - diretor)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)