Artigos

Plano de Negócio e o Empreendedor

| 15/08/2018 - 20:00

Gianfranco Muncinelli (Foto: Divulgação)

Um plano de negócio é uma ferramenta que auxilia na tomada de decisão. Um empreendedor, frente à uma oportunidade identificada, precisa tomar a decisão de aproveitar (ou não) aquela oportunidade – decisão esta que nem sempre recebe indicações de que o negócio vai dar certo, ou está logicamente estruturada.
O plano de negócios deve conter uma série de raciocínios, baseada em estudos robustos de mercado que apresentem a possibilidade de ganhos – e sob quais condições estes ganhos virão. Este raciocínio é composto por indicadores que apresentam o ganho (ou a mitigação das perdas).
Dentro da estrutura do plano, há uma parte dedicada às operações, ou seja, aos recursos necessários para atender a demanda do produto/serviço que se está analisando. Os nomes podem variar conforme o autor: dimensionamento de operações (Cecconello, 2008) ou planejamento operacional (Deutscher, 2012) – chamaremos aqui de plano operacional.
Este item é composto de informações relacionadas à estrutura física, tecnologia, logística, fornecedores, recursos humanos (política de RH, benefícios, salários) e até o curriculum vitae das pessoas consideradas como chave para o sucesso do negócio. Lembro sempre aos meus alunos e clientes que realizamos os objetivos através das pessoas.
Neste momento muitos dos meus alunos, orientados de TCC que fazem plano de negócio me perguntam: qual é a necessidade de colocar os CVs dos sócios, administradores e funcionários do empreendimento no plano de negócio? Na edição de 26 de abril de 2017 a Revista Exame traz uma matéria muito interessante sobre o êxodo de funcionários de empresas de tecnologia para transformarem-se em empresários.
O artigo chama a atenção que “a vivência profissional em grandes empresas de tecnologia também pode ser a senha para receber investimentos”. A matéria ainda aponta uma pesquisa da FGV que mostra que as principais razões para se recusar a investir em uma startup são: 93% - equipe inexperiente; 51% baixa demanda para o produto ou pouca capacidade para crescer; 35% falta de inovação; 12% falha no modelo de negócios; 12% outros fatores.
O conteúdo foi feito para empresas de tecnologia, porém, o raciocínio pode ser extrapolado para outras empresas – startups ou não: independentemente de o empreendedor haver trabalhado anteriormente em grande empresa, a ideia é mostrar que existe capacidade técnica e comportamental para tocar o novo negócio.
No livro do Deutscher está bem explícito: “relatar as características profissionais e pessoais dos envolvidos, deixando explícitos os papéis de cada um e como os mesmos serão úteis na execução do plano de negócios. Apresente as pessoas chave, que já estejam sendo buscadas no mercado para fazer parte da equipe, e seus respectivos currículos” (Deutscher, 2012). Ou seja, o empreendedor pode (e deve) cercar-se de profissionais que possam executar o plano de negócio e leva-lo ao êxito.
Quero finalizar com uma frase do livro do Cecconello, onde ele nos lembra que a decisão pelo não (negativa ao plano de negócio ou negativo ao investimento) é tão importante quanto a decisão pelo sim (aprovação do plano de negócio) – de repente o empreendedor não está tão pronto e precisa se desenvolver antes de iniciar o empreendimento.
Gianfranco Muncinelli é engenheiro, consultor, coach, empresário e professor do ISAE – Escola de Negócios.
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Artigos'

A educomunicação, o jornal e a sala de aula

Por que as micro e pequenas empresas devem optar pelo crowdlending para turbinar seus negócios?

O Brasil vai mudar

Reconstrução do país deve ir além de retórica

A Inteligência Artificial vai acabar com meu emprego?

A importância da formação de um bom líder

BRASIL, COLÔMBIA E VENEZUELA CAMINHAM EM DIREÇÃO A UMA POSSÍVEL GUERRA?

O batismo nos faz discípulos de Jesus

É possível manter uma rotina saudável nas férias?

A partir de agora

Mais Destaques

Cidade

Prati-Donaduzzi inicia 2019 com 150 vagas de emprego

Esporte

Toledano Lucas Lóh comemora 28 anos e a ótima fase na carreira

AgroGazeta

Sojicultores do Paraná mantêm produtividade durante estiagem

Gente X Poder

Na base do sal GROSSO?

Cultura

Inscrições abertas para o processo seletivo do curso de Música da UNILA

Regional

Iguassu-IT inicia planejamento estratégico para 2019

Economia

Petrobras retomará processos de alienação de ativos

Estado

Ratinho Júnior anuncia redução de preços de serviços do Detran

"Já são 17 milhões de acessos no site do Jornal Gazeta de Toledo. Junte-se a quem de fato é lido - invista em propaganda onde sua marca ficará visível 45 9.91339499"
(Eliseu Langner de Lima - diretor)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)