Cultura

Casa de Giuseppe Garibaldi reabre ao público

| 19/09/2018 - 19:10

Restauração da Casa de Giuseppe Garibaldi tem o incentivo do Ministério da Cultura, via Lei Rouanet,

No momento em que celebramos em Toledo, as tradições e cultura gaúchas, através da realização da 10ª Semana Farroupilha, o Ministério da Cultura (MinC), divulga uma notícia animadora: a Casa de Giuseppe Garibaldi foi restaurada e é reaberta ao público.
Herói da Revolução Farroupilha, Giuseppe Garibaldi viveu em Piratini (RS), em uma casa que remonta às primeiras décadas de 1800. A partir desta quarta-feira (19/09), esta histórica residência, tombada pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) desde 1941 como Patrimônio Cultural Brasileiro, reabre ao público com nova fachada e telhado totalmente recuperado.
Giuseppe Garibaldi morou em Piratini (RS) na pequena casa térrea localizada na Rua Bento Gonçalves, 182. Nesta quarta-feira (19), a Casa de Garibaldi será reaberta à população, com nova fachada e telhamento totalmente recuperado. A primeira etapa de obra, no valor de R$ 317 mil, teve o patrocínio da Corsan e parceria técnica do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), instituição vinculada ao Ministério da Cultura (MinC). Testemunho da vida desse personagem histórico, essa singela casa colonial é Patrimônio Cultural Brasileiro, tombada em 1941.
A restauração da Casa de Giuseppe Garibaldi tem o incentivo do Ministério da Cultura, via Lei Rouanet, em um total de investimentos de R$ 1,2 milhão. O projeto integral prevê a completa revitalização do prédio, que abrigará um espaço de memória com acervo bibliográfico referente à história Farroupilha, em especial à atuação de Giuseppe Garibaldi.
Na primeira etapa das obras, todo telhado foi removido – preservando-se as telhas de estilo colonial – e reforçado com uma subcobertura com manta alumizada e ripamento auxiliar, além de substituição de algumas estruturas. A fachada foi inicialmente higienizada, recebendo tratamento de patologias e pintura. Janelas e portas externas foram recuperadas.
A casa, de 225m², remonta às primeiras décadas de 1800, quando Piratini foi eleita a Capital da República Rio-Grandense. Lá vivia Garibaldi, em companhia de Luigi Rossetti, também italiano, partidário dos Carbonários (sociedade secreta que iniciou a luta pela unificação italiana) e editor do jornal O Povo. O revolucionário jornal, lançado em 1838, era impresso na própria casa e se tornou o mais importante periódico oficial da República Rio-Grandense.
A restauração da Casa de Giuseppe Garibaldi é mais um passo importante na preservação de um dos conjuntos arquitetônicos históricos mais bem preservados do Rio Grande do Sul, mantendo viva a memória farroupilha e o passado guerreiro de Piratini. A conservação do imóvel valoriza os feitos heroicos de Garibaldi e a identidade da população local.
Atualizado na redação, com informações do MinC
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Cultura'

Projeto itinerante usa teatro para conscientizar crianças no trânsito

Balé Teatro Guaíra abre as comemorações dos 50 anos

Living Legends traz espetáculo internacional para Foz do Iguaçu

Atrações culturais vão movimentar o fim de semana em Toledo

Artistas e produtores analisam mudanças na Lei Rouanet

Aquário Municipal estará fechado na sexta-feira Santa e no domingo de Páscoa

Exposições do MON estão entre as mais visitadas do mundo

Crianças comemoram Dia do Livro Infantil em Novo Sarandi

“Museu em Ação” leva público recorde ao Ecomuseu

Foz do Iguaçu faz parte do circuito de estreia do filme Los Silencios

Mais Destaques
"Já foram 19 milhões que acessaram o site do Jornal Gazeta de Toledo- ISENÇÃO E VERDADE!"
(Eliseu Langner de Lima - diretor)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)