Cultura

Prova de monociclo integra programação da XII Mostra e V Festival de Circo

| 20/09/2018 - 15:15

Imagem Cabaré dos Circos, que fará parte da Mostra e Festival do Circo (Foto: Carlos Rodrigues)

A prova para a obtenção da carteira de monociclo A e B será uma das atrações da XII Mostra de Circo Social e V Festival de Circo, que serão realizados em Toledo a partir de segunda-feira, 24, até sexta-feira, 28 de setembro. A Mostra contará com a participação de 27 projetos sociais, incluindo os de Toledo e de cidades da região. Em sessões diárias, às 9h e às 14h, no Teatro Municipal de Toledo, os grupos vão mostrar o que vem fazendo em cada um dos projetos. Ao todo serão 662 crianças participando das apresentações, fazendo espetáculos para outras crianças verem. Paralelamente serão realizadas oficinas, espetáculos, entre outras atividades, como a emissão da carteira de monociclo. A atividade será realizada na terça-feira, 25, às 9h, na pista de skate do Parque Frei Alceu, no Jardim Porto Alegre.
A emissão da carteira de monociclo é uma iniciativa do Circo da Alegria e veio de uma necessidade da instrutora Paula Bombonatto para as suas atividades e espetáculos, conta o coordenador do Circo da Alegria, Dado Guerra, que também está a frente da realização da Mostra e do Festival. Segundo ele, o objetivo era estimular as crianças a fazerem outros números com o monociclo e para tanto foi criada a carteira, que concede o “documento” aos participantes conforme as suas habilidades. “Foi uma forma divertida de incentivar as crianças a fazer algo diferente e criativo”, comenta Dado.
Segundo ele, o Circo da Alegria de Toledo, além de referência como projeto social também destaca-se como escola de circo, contribuindo na formação de jovens que hoje atuam na região e também em outras cidades e estado. A vinda da instrutora Paula Bombonatto, professora de Educação Física e ex-atleta de Ginástica Rítmica, trouxe ao projeto uma nova dimensão que serve de referência para outros projetos no Paraná e outros estados. Paula trouxe a sua experiência como atleta, imprimindo uma nova sistemática de trabalho, com excelentes resultados, e introduziu elementos da música e da dança, complementando o trabalho. Durante a Mostra serão expostos no hall de entrada do Teatro Municipal adereços e figurinos utilizados na produção diversos espetáculos, que servem de base para outras produções.
Conforme Dado, o Circo da Alegria conta hoje com uma das melhores estruturas físicas do país para o desenvolvimento do seu trabalho, embora precise de reforços na equipe para atender a demanda de trabalho. Cerca de 500 crianças participam em Toledo de projetos circenses, em três locais, no Circo da Alegria, no Jardim Europa, no Circo da Magia, no Jardim Coopagro, e na Unidade São Francisco de Assis, no Jardim Panorama. Mais que a técnica circense, as crianças e adolescentes que participam dos projetos aprendem cidadania, valores, entre outros conceitos fundamentais para o desenvolvimento do ser humano.
Além disso, eles têm a oportunidade de conhecer outras cidades, teatros, escolas, shoppings entre outros locais, vivendo novas experiências que vão enriquecer suas vidas e dar novas dimensões e expectativas.
“Em Toledo, através do circo, fazemos um trabalho de prevenção. É muito difícil recuperar uma criança de rua, aqui, o que fazemos, é evitar que ela vá pra rua”, comentou ele. “O Circo é apenas um chamariz”, completa. Mesmo assim, muitos se destacam e estão fazendo do circo uma profissão. A maioria dos projetos sociais que serão expostos na Mostra teve a sua origem no Circo da Alegria. Segundo Dado, como as cidades da região são muito ricas e valorizam este trabalho, boa parte destes profissionais está empregada na região, trabalhando e permanecendo ao lado de suas famílias.
A aproximação promovida entre as crianças e jovens e os artistas, durante o Festival, através das oficinas, permite colocá-los em contato direto com artistas renomados, conhecendo e aprendendo com eles e vendo como o circo pode estar presente na vida destas pessoas. Eles têm a possibilidade de ver diferentes trabalhos circenses, seja na rua, nos palcos de grandes teatros, em projeto de capacitação, entre outras áreas. Com isso, podem definir melhor como pretendem atuar e vislumbrar um futuro mais promissor.
O Circo da Alegria abre a programação da Mostra e Festival nesta segunda-feira, 24, às 20h, com o espetáculo “No Rolê da Capoeira”, com direção de Paula Bombonatto. Ainda integrando a programação do primeiro dia será apresentado o espetáculo “Nosso Grande Espetáculo”, com o grupo Adorável Companhia, de Guapimirim, Rio de Janeiro, às 14h, no picadeiro do Circo da Alegria, e Los Circo Los, às 19h30min, em Ouro Preto.
Fonte: Eliane C. Torres/Assessora de Comunicação
Galeria de fotos
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Cultura'

Projeto itinerante usa teatro para conscientizar crianças no trânsito

Balé Teatro Guaíra abre as comemorações dos 50 anos

Living Legends traz espetáculo internacional para Foz do Iguaçu

Atrações culturais vão movimentar o fim de semana em Toledo

Artistas e produtores analisam mudanças na Lei Rouanet

Aquário Municipal estará fechado na sexta-feira Santa e no domingo de Páscoa

Exposições do MON estão entre as mais visitadas do mundo

Crianças comemoram Dia do Livro Infantil em Novo Sarandi

“Museu em Ação” leva público recorde ao Ecomuseu

Foz do Iguaçu faz parte do circuito de estreia do filme Los Silencios

Mais Destaques
"Já foram 19 milhões que acessaram o site do Jornal Gazeta de Toledo- ISENÇÃO E VERDADE!"
(Eliseu Langner de Lima - diretor)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)