Regional

Pavimentação em Bragantina é disputada por 14 empresas

| 07/11/2018 - 17:20

Um dos trechos a ser asfaltado em Bragantina (Foto: AEN)

A obra de pavimentação de 9,6 quilômetros da PR-239, no distrito de Bragantina, em Assis Chateaubriand, na região Oeste do Estado, está sendo disputada por 14 empresas. Com investimento máximo de R$ 29,5 milhões, a licitação recebeu propostas de preços com mais de 30% de desconto. Os envelopes foram abertos na terça-feira (6) pelo Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR).
“Uma conquista histórica para a comunidade de Bragantina, que há mais de 30 anos reivindicava esta obra”, diz a governadora Cida Borghetti. “Esta obra vai beneficiar desde os pequenos produtores de grãos, aves e suínos até as grandes cooperativas e empresas instaladas na região”, afirma.
Segundo o secretário estadual de Infraestrutura e Logística, Abelardo Lupion, o asfaltamento vai transformar o trecho em um importante corredor de transporte para o escoamento da produção agrícola e industrial do Oeste do Paraná. “É mais uma obra garantida pela gestão Cida Borghetti, que vai encurtar em até 40 quilômetros o trajeto percorrido pelos produtores até as cooperativas”, afirmou.
Além de comportar o tráfego intenso com segurança, por conta do crescimento da localidade, o asfaltamento também garantirá mais conforto para os moradores e um percurso mais tranquilo para quem passa pela Rodovia Dom Irineu Roque Scherer, entre as PRs 317 e 182.
PROJETO - Além da pavimentação, estão previstos trabalhos de terraplenagem, drenagem, execução de interseções com as outras duas rodovias, retornos e acessos. Serão feitos ainda serviços para implantação de acostamentos, sinalização, paisagismo e outros complementos necessários.
PRAZOS – Na sequência, o DER-PR vai publicar a classificação de preços no Diário Oficial do Estado e no portal Compras Paraná (www.comprasparana.pr.gov.br). A partir desta divulgação, há um prazo legal de 5 dias úteis para os concorrentes contestarem o resultado e os participantes têm mais 5 dias úteis para protocolarem as contrarrazões.
Esgotada esta etapa recursal, será marcada a data de abertura dos documentos de habilitação. O critério para definição do vencedor é o menor preço, desde que atenda todos os requisitos estipulados no edital. Após a homologação do resultado final da concorrência, os trabalhos têm duração prevista de 18 meses a partir da ordem de serviço.
Fonte: AEN
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Regional'

Gaeco prende quatro investigadores e um agente de carceragem

Chefe de gabinete da prefeitura é preso pelo Gaeco recebendo dinheiro de empresário

Sistema Fiep premiará ações que contribuem para uma educação de qualidade

Prefeitura apoia projeto do IFPR que levará planetário às escolas

Grande público marcam abertura da Copa Coamo 2019

Inadimplência das empresas teve a menor alta em 18 meses

Empresa incubada no PTI cria aquecedores sustentáveis para aviários da região

Governo do PR repassa informações erradas para a imprensa sobre a data-b

Nova ponte em Foz vai reforçar o comércio entre Paraná e Paraguai

Dois prefeitos lindeiros vencem Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor

Mais Destaques
"Já foram 19 milhões que acessaram o site do Jornal Gazeta de Toledo- ISENÇÃO E VERDADE!"
(Eliseu Langner de Lima - diretor)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)