Regional

PTI lança laboratório de tecnologias para cidades inteligentes

| 03/12/2018 - 16:40

Jorge Callado: “O laboratório é vitrine de soluções e tecnologias para que prefeitos de todo o Brasi

Uso racional da tecnologia para o aproveitamento eficiente dos recursos, elevando a qualidade de vida e diminuindo o impacto ambiental. Com esse conceito para o cotidiano urbano, o PTI (Parque Tecnológico Itaipu) lançará no dia 12 de dezembro o Laboratório Vivo de Cidades Inteligentes. As informações são de Paulo Bloger no H2Foz.
Com a inauguração da primeira etapa do projeto, em parceria com a ABDI (Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial), todas as tecnologias existentes e aplicadas no PTI serão integradas. Prefeitos e gestores públicos poderão conhecer as inovações, que são reaplicáveis nos municípios.
Veículos elétricos, bicicletas compartilhadas, novas tecnologias de iluminação pública inteligente, com wi-fi, câmeras e sensores de tiro, são algumas tecnologias disponíveis. Outra novidade é o monitoramento de segurança com o uso de drones. “Uma cidade mais conectada, com melhor utilização dos recursos e pensamento sistêmico, permite ao poder público prover mais e melhores estruturadas soluções aos cidadãos”, destaca Jorge Augusto Callado, diretor-superintendente do PTI.
As tecnologias inteligentes visam a atender a comunidade de modo integral. “Para que as experiências da população com os serviços das cidades sejam mais ágeis e com soluções completas, diminuindo filas e burocracias e melhorando a gestão da cidade e seus equipamentos”, frisa Callado.
Cidade, tecnologia e cidadania
O Laboratório Vivo de Cidades Inteligentes desenvolve cenários de demonstração de tecnologias. O espaço enfoca a avaliação do uso de soluções pela população a partir de critérios de qualidade técnica, troca de informações de dados eletrônicos e segurança cibernética.
Callado explica que a proposta que está sendo instalada no PTI amplia as ações e resultados do ADTCI (Ambiente de Demonstração de Tecnologias para Cidades Inteligentes). Esse ambiente é apoiado pela ABDI e pelo Ministério da Indústria, Comércio e Serviços.
“O laboratório do PTI vai atuar como uma vitrine para que prefeitos de todo o Brasil possam ver o funcionamento das tecnologias in loco, em um ambiente real com circulação de pessoas e veículos”, ressalta. “O objetivo é que as cidades adotem as soluções nas cidades, a fim de torná-las mais sustentáveis e humanas”, enfatiza.
Funcionamento
As soluções e produtos do Laboratório Vivo de Cidades Inteligentes são dispostos nas vias, corredores e prédios do PTI, simulando o ambiente real de uma cidade. O Laboratório conta com uma sala de comando e controle das informações das soluções espalhadas pelo parque.
Uma equipe multidisciplinar atua na sala de comando e controle do Laboratório para acompanhar o desempenho das instalações prediais e o andamento de obras, a segurança do PTI, o compartilhamento de carros e bicicletas, entre outras soluções.
Na primeira fase, o projeto abrange dez cenários de demonstração. São soluções e ferramentas em iluminação pública inteligente – postes inteligentes e tecnologias de controle do Ambiente de Mobilidade Pública e Trânsito, Transporte e Veículos.
As inovações tratam ainda de controles do abastecimento de água, esgotamento sanitário, resíduos sólidos e drenagem de águas pluviais; gestão informatizada e inteligente da segurança pública; município gerador de energia; construções e edificações inteligentes; saúde, educação e qualidade de vida; e administração pública informatizada.
Investimento
O investimento no projeto inicial do Laboratório Vivo de Cidades Inteligentes em 2018 está previsto em R$ 1,5 milhão. Cerca de R$ 525 mil são recursos provenientes da ABDI, e R$ 1 milhão em valores econômicos destinado pelo PTI.
Fonte: H2Foz
Galeria de fotos
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Regional'

Gaeco prende quatro investigadores e um agente de carceragem

Chefe de gabinete da prefeitura é preso pelo Gaeco recebendo dinheiro de empresário

Sistema Fiep premiará ações que contribuem para uma educação de qualidade

Prefeitura apoia projeto do IFPR que levará planetário às escolas

Grande público marcam abertura da Copa Coamo 2019

Inadimplência das empresas teve a menor alta em 18 meses

Empresa incubada no PTI cria aquecedores sustentáveis para aviários da região

Governo do PR repassa informações erradas para a imprensa sobre a data-b

Nova ponte em Foz vai reforçar o comércio entre Paraná e Paraguai

Dois prefeitos lindeiros vencem Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor

Mais Destaques
"Já foram 19 milhões que acessaram o site do Jornal Gazeta de Toledo- ISENÇÃO E VERDADE!"
(Eliseu Langner de Lima - diretor)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)