Estado

Paraná inaugura primeiro centro de Segurança Pública do país

| 04/12/2018 - 16:25

A governadora Cida Borghetti e o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann abriram os trabalhos d

A governadora Cida Borghetti e o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, inauguraram nesta terça-feira (4), em Curitiba, o Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública da Região Sul (CIISP), o primeiro instalado no País. O espaço, localizado no quinto andar da Secretaria de Estado da Segurança Pública, vai promover a integração das forças de segurança dos três estados da região Sul.
O governo federal prevê a instalação de cinco centros integrados, um em cada região brasileira. O objetivo é centralizar todas as informações relacionadas ao combate ao crime organizado, tráfico de armas e de drogas para diminuir os índices de criminalidade no País. A previsão de investimento federal é de R$ 15 milhões.
A instalação do CIISP da Região Sul no Paraná é resultado da cooperação mútua entre a União, por intermédio da Secretaria Nacional de Segurança Pública do Ministério da Segurança Pública, e o Governo do Estado. O pedido para que a unidade ficasse no Paraná foi encaminhado em maio ao governo federal pela governadora Cida Borghetti. “Quando soubemos do projeto, nos antecipamos com o comando da Polícia Militar e a Secretaria de Segurança Pública e protocolamos o pedido rapidamente, no mesmo dia em que o Ministério anunciou a criação desses centros”, afirmou Cida.
A governadora ressaltou que o trabalho de integração das forças de segurança do Estado, reforçado nos últimos meses, demonstra que o Paraná está preparado para sediar o centro de inteligência. “Temos o espaço físico e as forças de segurança unidas, além de fazer o monitoramento de fronteira com equipamentos sofisticados para detectar o contrabando e o tráfico de armas e drogas”, disse ela. “Todos esses elementos pesaram para que o Paraná fosse destacado para sediar o primeiro centro brasileiro”, afirmou.
ESTRATÉGICO – De acordo com o ministro, a escolha do Paraná se deu pela organização e integração das polícias paranaenses e pela localização estratégica do Estado em relação aos países de fronteira. “Acreditamos que aqui teremos a capacidade de detectar e antecipar ações das facções criminosas. Para atuar preventivamente, precisamos ter uma repressão qualificada e voltada para a inteligência, o comando e o controle do crime organizado”, disse.
Jungmann explicou que entre 20 a 30 agentes ficarão lotados no local, incluindo profissionais da Polícia Federal e das forças de segurança do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. “O Paraná vai coordenar as atividades de inteligência da região Sul, em conjunto com todas as forças de segurança e inteligência do governo federal e as Forças Armadas”, explicou. “Isso deverá ser ampliado, talvez com a participação de policiais de outros países que fazem fronteira com o Paraná”, disse.
PRODUZIR CONHECIMENTO – O Governo do Estado disponibilizou a parte física, enquanto que o custeio da estrutura para o funcionamento do centro foi disponibilizado pelo governo federal. A União vai custear a mobilização dos servidores dos outros estados para atuarem no centro integrado e também fará a capacitação e o compartilhamento de recursos tecnológicos de inteligência.
O secretário da Segurança Pública, Júlio Reis, afirmou que dez agentes estaduais já serão destacados para atuar no local. A pasta também vai implantar um comitê para fazer o convite a outros órgãos federais e dos estados do Sul. “Eles vão trabalhar juntos no mesmo local para produzir conhecimento de interesse da segurança pública, fortalecendo as investigações policiais e as ações preventivas”, afirmou.
Além de promover a integração das forças de segurança pública da região Sul, o centro também vai gerar conhecimento estratégico para o enfrentamento qualificado da criminalidade, especialmente das organizações criminosas. O Centro Integrado de Inteligência vai ocupar o mesmo espaço do Centro Integrado de Comando e Controle, que teve investimento de mais de R$ 40 milhões e ficou como legado da Copa do Mundo.
OUTROS - Na próxima sexta-feira (7), o Ministério da Segurança Pública inaugura o CIISP da região Nordeste, em Fortaleza, no Ceará. Também está prevista, ainda para este ano, a instalação da unidade da região Norte, localizada em Belém, no Pará. Ainda não foi definido onde serão instalados os centros das regiões Sudeste e Centro-Oeste.
PRESENÇAS – Participaram da solenidade o secretário nacional da Segurança Pública, major-brigadeiro João Tadeu Fiorentini; o diretor de Inteligência da Secretaria Nacional de Segurança Pública, Carlos Afonso Coelho; a comandante-geral da Polícia Militar, coronel Audilene Dias Rocha; o delegado-geral da Polícia Civil, Naylor de Lima; o diretor-geral da Polícia Científica, Leon Grupenmacher; o secretário especial de Assuntos Penitenciários, coronel Élio de Oliveira Manoel; o chefe da Casa Militar, coronel Maurício Tortato; o delegado da Polícia Federal Igor de Paula; os superintendentes da Polícia Rodoviária Federal, Adriano Furtado, e da Receita Federal, Jorge Bernardi; o controlador-geral do Estado, Carlos Eduardo de Moura; e o defensor público geral do Estado, Eduardo Abraão.
Fonte: AEN
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Estado'

Estado adota medidas para agilizar licenciamento ambiental

Adesão ao parcelamento de dívidas fiscais começa dia 20

Saúde colhe e pesquisa mosquito transmissor da febre amarela

Paraná teve o mês de janeiro mais quente já registrado

Adesão ao parcelamento de dívidas fiscais começa dia 20

Boletim aponta crescimento de casos de dengue no Paraná

Paraná prepara ecossistema que integra tecnologia e inteligência

Unidades socioeducativas vão receber vestuários e colchões

Paraná tem 90% das famílias com algum tipo de dívida

Portos do Paraná pedem descentralização de arrendamentos

Mais Destaques

Regional

Toledo recebe bispos do paraná de 17 a 19

"18 milhões de acessos no site do Jornal Gazeta de Toledo- ISENÇÃO E VERDADE!"
(Eliseu Langner de Lima - diretor)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)