Economia

BC alerta que manutenção da Selic e inflação depende de reformas

| 05/12/2018 - 16:00

Ilan Goldfajn, em audiência pública na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado. Divulgação Jornal

A inflação baixa e os juros básicos, taxa Selic, no menor nível histórico, relevantes para o crescimento da economia, só vão se manter no médio e longo prazo se forem aprovadas reformas como a da Previdência. O alerta é do presidente do Banco Central (BC), Ilan Goldfajn, em audiência pública na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado, nesta quarta-feira (5).
“De março para cá, houve uma resiliência das nossas instituições, das nossas expectativas, de forma que foi possível manter a taxa de juros em 6,5% ao ano, apesar da volatilidade e o ambiente mais desafiador para as economias emergentes [como o Brasil]”, disse.
“Esses resultados, ligados à inflação baixa, juros na mínima histórica, relevantes para o crescimento, só vão poder se manter no médio e longo prazo desde que a gente se mantenha no processo de aprovação de reformas, notadamente as de natureza fiscal e ajustes na economia brasileira”, disse.
Fonte: Kelly Oliveira - Repórter da Agência Brasil.
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Economia'

BNDES seleciona 79 projetos inovadores para desenvolvimento este ano

Arrecadação chega ao recorde de R$ 115 bilhões em fevereiro

Jovens têm menos chance de contratação e mais de serem demitidos

Índice que regula aluguéis fica em 8,05% em 12 meses

Cresce 35,3% número de empresas abertas no Paraná em fevereiro

Receita recebeu 3,8 milhões de declarações do IR em 11 dias

Paulo Guedes pede que empresários dos EUA invistam no Brasil

Bolsa encosta em 100 mil pontos e fecha em nível recorde

Guedes defende mais recursos do pré-sal para estados e municípios

Paraná tem a maior alta da produção industrial em janeiro

Mais Destaques
"18 milhões de acessos no site do Jornal Gazeta de Toledo- ISENÇÃO E VERDADE!"
(Eliseu Langner de Lima - diretor)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)