Regional

Colégio da PM em Foz passará por processo gradual de transição

| 05/12/2018 - 17:35

Foto: Reprodução

A governadora Cida Borghetti determinou na última terça-feira (5) um cronograma de transição para a implantação do colégio da Polícia Militar em Foz do Iguaçu. A nova escola segue o planejamento estratégico de interiorização dos colégios militares, e deverá migrar de forma gradual para o novo conceito de ensino a partir de 2019.
A nova proposta pedagógica será implantada no Colégio Bartolomeu Mitre, o mais antigo de Foz do Iguaçu (1927). A diferença de transição em relação às demais instituições que a PM está criando se deve a necessidade de adequação de atendimento de alunos surdos e mudos, além do cumprimento de processos e prazos administrativos.
“Temos a proposta de buscar excelência na educação e o bem estar de todos os envolvidos. Neste caso, especificamente, alguns processos pontuais da instituição foram debatidos com o núcleo de educação, professores e pais para que não exista nenhum prejuízo”, explica a governadora.
Cida reuniu-se com a equipe que está atuando no processo para encaminhar uma solução para a instalação do colégio. “O novo colégio é um desejo de toda a comunidade e vai se tornar realidade. Além do ensino de excelência vai proporcionar uma formação social para o aluno”, destacou a governadora.
No próximo ano letivo, a direção da escola já será compartilhada, com a participação da Polícia Militar. A previsão é lançar em maio de 2019 o edital para o processo seletivo de 2020. Em, paralelo, alunos já matriculados passarão a conhecer gradualmente o sistema de ensino da PM e poderão optar por continuar ou não na unidade.
QUALIDADE - A comandante-geral da Polícia Militar, coronel Audilene da Rocha, garante que o novo sistema vai dar oportunidade aos alunos para uma educação de qualidade, com os valores instituídos pela corporação no Paraná. “Vamos fazer uma transição tranquila, sem processos atropelados e que também não prejudique professores e alunos. Nosso objetivo é levar benefícios para a comunidade”, afirmou.
Para a Chefe do Núcleo Regional de Educação de Foz do Iguaçu, Ivone Aparecida Perez Müller, o colégio tem excelente reputação e diariamente a comunidade busca informações para o procedimento de ingresso na nova instituição. “O Colégio da Polícia Militar vai ser uma mola propulsora e passa a ser um exemplo, dentro de Foz do Iguaçu, a ser seguido por todos os outros”, afirmou.
O interior do Estado conta com um Colégio Militar em Londrina e, para o próximo ano, também haverá unidades em Maringá e Cornélio Procópio.
Fonte: Paraná Informações
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Regional'

Laboratório Vivo de Cidades Inteligentes começam a operar no PTI

Foz do Iguaçu deve sediar 600 eventos neste ano

Iguassu-IT inicia planejamento estratégico para 2019

Universitários terão custeio de transporte em Nova Santa Rosa

Nova lei para produtos artesanais é debatida em Santa Helena

Ônibus de educação socioambiental chega à Costa Oeste

PRF apreende carro transportando maconha em Santa Terezinha de Itaipu

UNILA completa 9 anos em busca do ensino superior de excelência

Ministro do Meio Ambiente visita Foz e elogia Itaipu

Show Rural trará novidade digital a Cascavel

Mais Destaques

Estado

Ratinho Júnior anuncia redução de preços de serviços do Detran

Gente X Poder

Na base do sal GROSSO?

Cidade

Prati-Donaduzzi inicia 2019 com 150 vagas de emprego

Cultura

Inscrições abertas para o processo seletivo do curso de Música da UNILA

AgroGazeta

Sojicultores do Paraná mantêm produtividade durante estiagem

Esporte

Toledano Lucas Lóh comemora 28 anos e a ótima fase na carreira

Economia

Petrobras retomará processos de alienação de ativos

"Já são 17 milhões de acessos no site do Jornal Gazeta de Toledo. Junte-se a quem de fato é lido - invista em propaganda onde sua marca ficará visível 45 9.91339499"
(Eliseu Langner de Lima - diretor)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)